Garrafas de água, sumos e latas de cerveja poderão ter taxa até 15 cêntimos

  • ECO
  • 15 Maio 2021

Tara é devolvida com a entrega de embalagens nos pontos de retorno. Rede deve avançar em 2023.

A compra de garrafas de água e de sumos ou latas de cerveja, de cidra e de refrigerantes deverá estar sujeita ao pagamento de uma tara, de entre cinco e 15 cêntimos, segundo avança o Jornal de Notícias (acesso pago). O dinheiro será depois devolvido na entrega das embalagens nas lojas ou supermercados.

Serão criados pontos de retorno, por exemplo nos supermercados ou lojas de bebidas, para a devolução das embalagens de plástico ou alumínio vazias, num sistema de depósito de embalagens de uso único. A tara para garrafas com menos de um litro poderá ser de cinco a dez cêntimos, intervalo que sobe para dez a 15 cêntimos para embalagens de entre um a três litros. Já os garrafões têm na mesma de ser colocados nos ecopontos.

Os valores são os recomendados num estudo, depois de uma avaliação feita a pedido da Agência Portuguesa do Ambiente e realizada pela 3drivers e pela Nowa. A introdução da tara só deverá acontecer no final do primeiro semestre de 2023. Vinhos, bebidas espirituosas e outras com teor alcoólico superior a 10%, leite e bebidas com mais de 25% de ingredientes de origem láctea não deverão ser incluídos no sistema, pelo potencial de gerar mau cheiro no armazenamento.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Garrafas de água, sumos e latas de cerveja poderão ter taxa até 15 cêntimos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião