Carlos Costa demorou menos de 10 minutos a criar marca Novo Banco

Antigo governador contou todo o processo criativo no rebranding do banco após resolução do BES. Foram precisos 10 minutos para criar marca “Novo Banco”, depois da DG-Comp rejeitar “Novo BES”.

No dia da resolução do BES, a 3 de agosto de 2014, Carlos Costa chegou a sugerir a Bruxelas a marca “Novo BES” para o novo banco que estava a ser criado. A proposta foi rejeitada e em menos de 10 minutos surgiu a designação que conhecemos hoje: “Novo Banco”. Mas mesmo esta marca esteve em risco.

O antigo governador contou no Parlamento, onde está a ser ouvido na comissão de inquérito ao Novo Banco, todo o processo criativo naquilo que foi o rebranding do então banco de transição que estava a ser constituído na sequência da medida de resolução do BES.

“O nosso procedimento escrito na Comissão Europeia para autorização [da operação] tinha de estar às 18h30 em Lisboa (19h30 em Bruxelas) em circulação, senão perdíamos o slot, a oportunidade”, recordou Carlos Costa. “Eram quase 18h00 da tarde quando a representante da DG-Comp vem ter comigo e pergunta: qual o nome do banco? Eu disse: Novo BES. Ela disse: Mas não pode ser”.

Foi então que em menos de dez minutos, numa situação de pressão, se avançou com um novo nome: “Novo Banco”. Até hoje a marca mantém-se.

Contudo, nem essa designação estava segura, contou o ex-governador. “Era preciso assegurar que o registo de propriedade estava compatível. Descobrimos que o BCP em tempos passado tinha registado esta marca. Foi necessário pedir ao BCP que cedesse o nome. Podia ter sido um berbicacho pois não se podia por lá ‘banco X’, tinha de ter um nome”, contou.

“Descobrimos depois – nessa noite a administração ficou a trabalhar até às 9h da manhã –, nessa madrugada, que alguém por via da internet tinha registado a marca Novo Banco. Felizmente o tribunal percebeu que era uma tentativa de tirar partido da situação”, recordou Carlos Costa.

O antigo governador do Banco de Portugal contou este episódio para lembrar os deputados da complexidade da operacionalização da medida de resolução do BES no âmbito da qual nasceu o Novo Banco.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Carlos Costa demorou menos de 10 minutos a criar marca Novo Banco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião