Agricultores do Fundão e Castelo Branco vão ter apoio até 30 mil euros

Chuvas de abril levam Governo a criar apoio a agricultores das zonas afetadas. O montante máximo global do apoio não pode exceder 30.000 euros e os pedidos têm de ser feitos até 31 de junho.

Os agricultores de Fundão e Castelo Branco terão direito a um apoio financeiro devido às intensas chuvas de abril, de acordo com um despacho publicado esta quarta-feira em Diário da República. Em causa estão os prejuízos nas explorações agrícolas com as chuvas acompanhadas de granizo que ocorreram a 9 e 10 de abril. O montante máximo do apoio é de 30.000 euros.

O despacho cria “um apoio financeiro destinado aos agricultores, pessoas singulares ou coletivas, cujas explorações agrícolas, nomeadamente nos pomares de prunóideas, com destaque para a cultura da cereja, do pêssego, do damasco, da ameixa e na cultura da vinha, se situem nos municípios do Fundão e de Castelo Branco”, lê-se no DR.

Devido ao “contexto de excecional adversidade” – as chuvas – o Governo considera urgente atribuir um apoio que minimize “os danos verificados nas referidas explorações, destinado a compensar as despesas com a aquisição de produtos para os necessários tratamentos fitossanitários e de fertilização foliar, enquanto componente de medida de tratamento de emergência adequada a este tipo de situações”.

O apoio não poderá exceder os 60 euros por hectare de área afetada, sendo que o “montante máximo global do apoio não pode exceder 30.000 euros”. Os agricultores que pretenderem aceder ao apoio têm até 31 de junho deste ano para apresentar o pedido à Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC).

Depois do pedido ser efetuado, a sua aprovação “depende da verificação administrativa e o pagamento é antecedido de controlo no local dos prejuízos sofridos a efetuar pela DRAPC”.

Segundo o documento, o financiamento será dividido entre o Ministério da Agricultura e as respetivas autarquias.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Agricultores do Fundão e Castelo Branco vão ter apoio até 30 mil euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião