Grupo EDP leva bolsa de Lisboa de volta aos ganhos. PSI-20 sobe mais de 1%

A bolsa nacional acompanhou a recuperação sentida nas praças europeias, com ganhos a rondar 1%. EDP e retalhistas ajudam a impulsionar desempenho.

A bolsa de Lisboa regressou aos ganhos nesta sessão, depois de um dia de correção. A praça nacional acompanhou a recuperação sentida nas congéneres europeias, que tinham recuado devido a preocupações face à inflação. Grupo EDP ajudou a impulsionar o desempenho do índice de referência nacional, que subiu mais de 1%.

O PSI-20 avançou 1,15% para os 5.280,14 pontos. Entre as 18 cotadas, a grande maioria terminou a sessão em alta, enquanto cinco fecharam abaixo da linha d’água e uma – a Novabase – manteve-se inalterada.

A liderar os ganhos encontra-se a EDP Renováveis, que subiu 3,81% para os 19,34 euros, enquanto a casa-mãe EDP avançou 2,25% para os 4,72 euros. A puxar pelo índice nacional ficou também o retalho, com a Sonae a ganhar 3,38% para os 0,8260 euros, no dia em que apresenta contas trimestrais, e a Jerónimo Martins a somar 0,76% para os 15,945 euros.

EDP Renováveis sobe quase 4%

Nota ainda para a Altri, que vê a Greenvolt continuar a expansão, ao anunciar que quer comprar uma central de biomassa em Inglaterra. Os títulos da cotada subiram 1,89% para os 6,45 euros. Já a Mota-Engil valorizou 3,55% para os 1,488 euros.

Por outro lado, nas quedas, destaque para a Galp Energia, que recuou 0,64% para os 9,87 euros, e para o BCP, que perdeu 0,55% para os 0,1636 euros. Em “terreno” vermelho ficou ainda a Semapa, que perdeu 2,18% para os 11,68 euros, depois de a família Queiroz Pereira ter vindo anunciar que não vai rever o preço da OPA que lançou sobre a Semapa.

Na Europa, o dia foi positivo, com o índice pan-europeu STOXX 600 a registar ganhos de 1,2%. As principais praças europeias registaram ganhos à volta de 1%, como é o caso do francês CAC 40, que ganhou 1,2%, e do alemão DAX, que subiu 1,5%. Já o britânico FTSE 100 somou 0,9% e o espanhol IBEX valorizou 0,8%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Grupo EDP leva bolsa de Lisboa de volta aos ganhos. PSI-20 sobe mais de 1%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião