Comissão Europeia rende-se ao teletrabalho e vai fechar metade dos seus edifícios

  • ECO
  • 26 Maio 2021

Trabalhadores da Comissão Europeia querem modelo híbrido no futuro. Vão fechar 25 edifícios em Bruxelas.

A Comissão Europeia planeia fechar metade dos seus 50 edifícios de escritórios em Bruxelas até 2030, uma vez que pretende fundir o espaço de escritórios, permitindo também o teletrabalho além da pandemia, escreve o Politico.

Segundo o Comissário Europeu do Orçamento e Administração, Johannes Hahn, esta nova política tem como objetivo tornar a Comissão “mais ecológica”, reduzindo as emissões dos edifícios, mas também “mais digital”, mantendo o trabalho remoto como padrão mesmo depois do fim da pandemia de Covid-19.

“Como todas as organizações públicas e privadas, estamos agora a procurar o equilíbrio mais útil entre o trabalho no escritório e em casa a longo prazo (…) é a nova regra”, disse o comissário aos jornalistas.

E, segundo Hahn, os trabalhadores são a favor desta nova política. “Mais de 90% do nosso pessoal é muito a favor de ter dois a três dias por semana de teletrabalho”, afirmou, acrescentando que “as superfícies do nosso escritório serão adaptadas ao uso generalizado do teletrabalho”, mas ainda há vários detalhes que terão de ser debatidos.

Porém, já se conhece alguns pormenores. Por exemplo, a CE pretende juntar as direções-gerais da mesma área política num só espaço, tendo menos, mas maiores instalações. Assim, apesar de encerrarem metade dos seus edifícios, o espaço global apenas diminuirá 25% – de quase 780.000 para cerca de 580.000 metros quadrados, como indica o Politico.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Comissão Europeia rende-se ao teletrabalho e vai fechar metade dos seus edifícios

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião