Passos estará indisponível para disputar liderança do PSD

  • ECO
  • 28 Maio 2021

O Expresso assegura que o antigo primeiro-ministro não está disponível para concorrer à liderança do PSD, apesar de ter sido uma figura central na conferência das direitas, o MEL.

Foi bastante notado na reunião das direitas, a conferência do Movimento Europa e Liberdade (MEL). No entanto, Pedro Passos Coelho, ex-primeiro-ministro, não está disponível para concorrer à liderança do PSD, pelo menos no atual ciclo político, assegura o Expresso (acesso pago).

De acordo com o jornal, que não explica como obteve a informação, Passos não exclui de forma definitiva um regresso à vida política ativa, mas terá sinalizado a indisponibilidade imediata a algumas pessoas que entende poderem ter a ambição de virem a disputar a presidência do partido, deixando o campo em aberto à geração mais nova.

Passos continua a defender, segundo o Expresso, que não há um contexto em que, consigo como candidato, a direita possa governar nos anos mais próximos. Aliás, citando “um dos seus mais próximos confidentes”, o jornal sugere que o ex-primeiro-ministro só deverá subir ao palco da política quando estiver mais garantida uma maioria absoluta. E a intuição do social-democrata diz-lhe que essa segurança, a existir algum dia, ainda não se verifica.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Passos estará indisponível para disputar liderança do PSD

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião