Lisboa trava no desconfinamento. Matriz de risco “tem de ser aplicada sem exceções”, diz Costa

O primeiro-ministro diz que os passos do desconfinamento são dados em função de uma matriz de risco e que essa "tem de ser aplicada sem exceções", referindo-se a Lisboa.

Lisboa não deverá avançar para a próxima fase do desconfinamento. Depois de Fernando Medina ter vindo apontar nesse sentido, António Costa confirmou o travão, explicando que os passos do desconfinamento são dados em função da matriz de risco e que essa “tem de ser aplicada sem exceções”.

“Temos uma matriz de risco e os passos serão dados na medida em que a posição de cada concelho esteja nessa matriz de risco. E isso tem de ser aplicado sem exceções”, disse o primeiro-ministro, quando questionado pelos jornalistas se Lisboa deverá estagnar no desconfinamento. “Não é por ser Lisboa que vamos tratar de forma diferente do resto do país”, acrescentou António Costa, em declarações transmitidas pela RTP3.

O chefe de Governo explicou que há uma “distinção muito grande” com a nova matriz, que “tem a ver com a densidade populacional”, e que, neste momento, os portugueses devem concentrar-se “no esforço que tem de ser feito para inverter a curva” de aumento de novos casos de Covid-19.

Assim como Lisboa, também Braga e outros quatro concelhos estão em risco de não avançar para a próxima fase do desconfinamento. A confirmação será dada esta quarta-feira, em conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, que está a decorrer durante esta manhã.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa trava no desconfinamento. Matriz de risco “tem de ser aplicada sem exceções”, diz Costa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião