Processo de venda da Meo pode arrancar já em julho

  • ECO
  • 9 Junho 2021

A venda da Meo pela Altice Europe pode arranjar já no mês de julho, noticia a Reuters. A MásMóvil foi sondada pela empresa de Patrick Drahi, assim como a Telefonica e a Orange, confirmou a agência.

O processo de venda da Meo pela Altice Europe pode arrancar já no próximo mês de julho, revela a Reuters, que cita fontes não identificadas. A agência noticiosa confirmou também que entre os grupos potencialmente interessados no negócio em Portugal está a espanhola MásMóvil, dona da Nowo.

Segundo a Reuters, a Altice Europe está mesmo determinada a sair do mercado português e sondou a MásMóvil e outras operadoras em busca de ofertas. Mas há dúvidas no mercado de que o grupo espanhol tenha músculo financeiro para fazer uma proposta, que poderá ter de ser superior a seis mil milhões de euros, depois de ter aplicado 2,1 mil milhões na compra da rival Euskaltel em março este ano.

A procura por investidores tem sido encabeçada pela Lazard, como já tinha noticiado o ECO, e acontece depois de a Altice ter alienado infraestruturas no país a outros parceiros, designadamente as torres de telecomunicações e metade da subsidiária que gere a rede de fibra ótica. Surge ainda depois de anos de forte crispação entre a Altice Portugal e o regulador setorial, a Anacom, por causa do lançamento do 5G.

Fontes confirmaram ainda à Reuters que a Telefonica e a Orange também foram informadas de que o negócio da Altice em Portugal está à venda, numa operação que pode ainda atrair fundos de capital privado (private equity) com experiência no setor das telecomunicações. É o caso da KKR.

Porém, não é certo que estas movimentações acabem por resultar numa venda. Citada pela agência, uma fonte indicou que “a maior preocupação” no mercado é que Patrick Drahi, fundador da Altice, tenha “espremido todo o sumo” do negócio em Portugal. Além disso, Drahi também pode acabar por desistir de fazer um negócio.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Processo de venda da Meo pode arrancar já em julho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião