João Miranda deixa de ser chairman da Frulact

Acionista Ardian diz que irá continuar a trabalhar numa estratégia que "consolide a Frulact como uma referência no setor respeitando o legado dos seus fundadores”.

João Miranda, um dos fundadores da Frulact, vai deixar o cargo de chairman da empresa portuguesa, que recentemente adquiriu o negócio de preparação de fruta da norte-americana Internacional Flavors & Fragances Group. O acionista Ardian diz que vai “continuar a trabalhar com uma equipa de excelência numa estratégia de crescimento sustentável”.

O grupo, fundado no Porto pela família Miranda há cerca de 35 anos, foi vendido, no início de 2020, ao fundo de investimento francês Ardian. “Depois deste longo e entusiasmante percurso desde a fundação da Frulact em 1987, retiro-me com o sentimento de dever cumprido, e com um orgulho enorme, por sentirmos, enquanto acionistas, que deixamos este projeto num patamar de excelência e de reconhecimento a nível mundial, que só o poderá fazer continuar a voar”, aponta, citado em comunicado.

“Hoje, a Frulact é uma empresa internacional, de origem portuguesa, inovadora e com ambição”, acrescenta João Miranda. O português diz sair da empresa, que opera no fornecimento de ingredientes de valor acrescentado para a indústria alimentar e de bebidas, com a certeza de que a Ardian “reconhecerá o mérito dos Frulacteanos e honrará o legado da família Miranda”.

Por sua vez, a acionista, na voz de Gonzalo Fernandez, magaging director da Ardian Espanha e conselheiro da Ardian França, garante que irá “continuar a trabalhar com uma equipa de excelência numa estratégia de crescimento sustentável que consolide a Frulact como uma referência no setor respeitando o legado dos seus fundadores”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

João Miranda deixa de ser chairman da Frulact

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião