Hoje nas notícias: Concursos públicos, PRR e Salgado

  • ECO
  • 18 Junho 2021

69% dos concursos para cargos públicos de topo são "viciados". Há risco de corrupção no PRR e quem não executar o projeto no prazo de um ano pode perder o dinheiro.

Cerca de 69% das nomeações para cargos públicos de topo foram “viciadas”, com a permanência de quem estava em regime de substituição. Esta sexta-feira é marcada pelo PRR pois com tanto dinheiro – 16,6 mil milhões – há riscos de corrupção e, além do mais, quem não executar os projetos no prazo de um ano poderá perder o dinheiro. Destaque também para o CEO da Easyjet que deixa um aviso sobre as ajudas financeiras do Estado português à TAP.

Concursos “viciados” nas nomeações para cargos públicos de topo

Dos 68 procedimentos concursais para dirigente superior da Administração Pública lançados pela Cresap, desde o início de 2019 e já concluídos com nomeação pelo Governo, 69,1% dos casos o dirigente que acabou por ser nomeado pelo Governo tinha estado a ocupar a função para que se candidatou em regime de substituição. E destes 83% esteve em regime de substituição durante mais de um ano. Leia a notícia completa no Expresso (acesso pago).

“Onde há muito dinheiro público, há riscos de corrupção”, admite presidente do TdC

Portugal está quase a receber a primeira tranche dos 16,6 mil milhões de euros previstos no Programa de Recuperação e Resiliência (PRR). Há um plano que diz como gastar o dinheiro e quem o vai gerir terá novas obrigações para que sejam prevenidos atos de má gestão ou até mesmo de corrupção. Porém, em entrevista, José Tavares, presidente do Tribunal de Contas (TdC), lembra que “onde há recursos públicos, onde há dinheiro, há riscos de gestão, pode ser de má qualidade da gestão, pode ser risco de fraude, pode ser risco de conflito de interesses, pode ser o risco de não-aplicação dos dinheiros públicos nos fins a que se destinam” e “incluindo risco de corrupção”. Leia a entrevista completa no Público (acesso pago).

Salgado chama tio de 102 anos a depor na Operação Marquês

Pronunciado na Operação Marquês por três crimes de abuso de confiança, pela forma como alegadamente se apropriou de 10,7 milhões de euros através de transferências feitas a partir de uma conta na Suíça da Espírito Santo Enterprises, Ricardo Salgado resolveu arrolar 40 testemunhas. Entre elas estão seis elementos da família, incluindo o seu tio António Ricciardi, conhecido como comandante Ricciardi, pai do seu primo José Maria Ricciardi e atualmente com 102 anos. Leia a notícia completa no Expresso (acesso pago).

Atrasos de um ano nos projetos do PRR podem levar a perda de fundos

Em caso de insucesso durante mais de um ano no cumprimento de metas e objetivos assumidos nas 17 tranches de pagamento calendarizadas até 2026, Portugal poderá vir a sofrer cortes nos fundos previstos. Esta regra é válida para todos os Estados-membros e prevê um prazo de seis meses para execução de cada prestação, ao qual se pode somar um prazo adicional de seis meses em caso de incumprimento. Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso livre).

“Acompanhamos com muita atenção as ajudas à TAP”, diz CEO da Easyjet

O CEO da Easyjet lança um aviso sobre as ajudas financeiras do Estado português à TAP, referindo que a companhia se tem mantido muito atentos para que estas ajudas “sejam adequadas e equilibradas para não distorcer o mercado”. “Estamos a acompanhar o processo de muito perto e com muita atenção”, sinaliza, José Lopes. Leia a entrevista completa no Jornal Económico (acesso pago).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Concursos públicos, PRR e Salgado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião