Wall Street em alta à boleia dos dados do emprego

O S&P 500 e o Nasdaq somam e seguem para novos máximos, com os investidores a aplaudirem os dados relativos ao mercado laboral da maior economia mundial.

Wall Street está em alta, com o S&P 500 e o Nasdaq a alcançarem novos máximos. Os investidores aplaudem os dados relativos ao mercado laboral da maior economia mundial.

Depois de ter sido revelado que houve uma quebra de 51 mil pedidos de desempregos na semana passada, agora foram revelados novos dados relativos ao mercado de trabalho que indicam que o emprego acelerou em junho.

Os dados do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos da América (EUA) apontam para um crescimento de 850 mil empregos no setor dos serviços em junho, após terem sido criados 583 mil postos de trabalho em maio, segundo a Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês). Estes dados estão acima das expectativas dos analistas que apontavam para um crescimento de 700 mil empregos no mês passado.

Não obstante, a taxa de desemprego do outro lado do Atlântico aumentou de 5,8% em maio, para 5,9% em junho. Estes dados são particularmente importantes, uma vez que a atual política monetária delineada pela Fed prevê a estabilidade dos preços, bem como uma política de pleno emprego.

Os investidores estão também atentos ao arranque da apresentação de resultados relativos ao segundo trimestre, assim como ao projeto-lei no valor de 715 mil milhões de dólares aprovado pela Câmara dos Representantes para apoiar os transportes terrestres e a infraestrutura hídrica.

Neste contexto, o índice de referência S&P 500 soma 0,28% para 4.332,17 pontos, um novo recorde e caminhar para a sétima sessão consecutiva em máximos, enquanto o industrial Dow Jones valoriza 0,17% para 34.690,75 pontos. Ao mesmo tempo, o tecnológico Nasdaq avança 0,44% para 14.585,62 pontos, também um novo máximo de abertura.

Nesta sessão, cotadas ligadas ao setor tecnológico estão entre as mais beneficiadas. A Apple avança 0,76% para 138,32 dólares, enquanto a Amazon soma 0,44% para 3.448,00 dólares, enquanto a Alphabet, dona da Google, valoriza 1,07% para 2.475,00 dólares.

Nota ainda positiva para Virgin Galatic, cujos títulos disparam 22,05% para 52,72 dólares, após a empresa ter anunciado que o seu fundador estará a bordo no próximo voo teste para o espaço.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street em alta à boleia dos dados do emprego

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião