Partidos pedem rapidez na justiça no caso Vieira

Partidos políticos pedem rapidez no processo. Vieira foi detido na sequência de uma investigação relacionada com suspeitas de burla, abuso de confiança e branqueamento de capitais.

Os partidos políticos com representação na Assembleia da República pedem que a justiça seja rápida e eficaz no que diz respeito ao caso de Luís Filipe Vieira, que foi detido em conjunto com mais três pessoas na tarde desta quarta-feira.

O Presidente da SAD “encarnada” e o empresário José António dos Santos (“Rei dos Frangos”) foram detidos na sequência de uma investigação relacionada com suspeitas de burla, abuso de confiança e branqueamento de capitais, de acordo com as informações recolhidas pelo ECO. Também o filho de Luís Filipe Vieira, Tiago Vieira, e Bruno Macedo, empresário ligado ao clube há anos, também estão detidos na esquadra de Moscavide.

Serão todos ouvidos pelo juiz Carlos Alexandre. A investigação está a ser feita pela Autoridade Tributária e por isso é que a detenção foi feita na esquadra da PSP e não na sede da PJ.

Quanto a Luís Filipe Vieira, as suspeitas são de fraude ao Fundo de Resolução e de abuso de confiança perante o próprio Benfica com a venda de 25% de capital social das “águias” e ainda burla qualificada pelos créditos concedidos pelo Novo Banco ao grupo empresarial de Vieira.

PAN diz ser preciso “celeridade e transparência”

A líder do PAN, Inês de Sousa Real considera a detenção um sinal positivo de justiça, sem pôr em causa “o direito de presunção de inocência” dos detidos. Porém, recorda que este é um processo que deu muito prejuízo aos portugueses, e por isso é “preciso apurar os responsáveis”. A deputada relembra ainda que, infelizmente, este tipo de processos têm sido morosos e, por isso, “é preciso celeridade e transparência”.

“Uma detenção como esta tem um impacto desportivo significativo”, diz Ventura

André Ventura, deputado e líder do Chega, apela à rapidez, eficácia e transparência da justiça por ser isto “que os portugueses querem, seja Vieira, ou outro dirigente político ou desportivo”. Sendo ou não Presidente do Benfica, Ventura considera que “uma detenção como esta tem um impacto desportivo, social e nacional significativo”. Referindo-se aos crimes a que Vieira está a ser acusado, o deputado refere ainda que “é importante perceber qual a gravidade e qual o impacto que teve” no país e nos “milhões do Novo Banco”.

CDS elogia trabalho do Parlamento no processo

“Parece-me saudável o trabalho que é aqui [no Parlamento] feito”, disse Cecília Meireles, deputada do CDS que faz parte da comissão de inquérito em que Luís Filipe Vieira foi ouvido. “Indepentemente das pessoas [ouvidas na comissão] serem mais ou menos mediáticas, mais ou menos poderosas, esse trabalho de apuramento possa ser aproveitado pela justiça parece-me saudável”, continuou. “A única coisa que posso esperar é que a justiça continue a aproveitar esse trabalho e a retirar daí as consequências que entenda com rapidez“, concluiu.

Adicionalmente a deputada pediu rapidez pois, como relembrou, em alguns “destes casos estamos a falar de casos que aconteceram há 10 anos. Muitas destas coisas já podiam ter sido investigadas há mais tempo“.

“É preciso averiguar os factos”, diz Jerónimo de Sousa

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, também reagiu à detenção do Presidente do Benfica afirmando que “é preciso averiguar os factos e naturalmente responsabilizar quem deve ser responsabilizado perante o que resultar do processo de investigação”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Partidos pedem rapidez na justiça no caso Vieira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião