Governo anuncia maior compra de sempre de comboios da CP. Investimento é de 819 milhões de euros

Investimento, o maior de sempre em comboios, tem como objetivo "substituir material obsoleto, em alguns casos com 70 anos", diz Pedro Nuno Santos. O primeiro comboio deve ser entregue em 2026.

O ministro das Infraestruturas anunciou que foi aprovada uma autorização para lançar um concurso para 117 automotoras elétricas, em Conselho de Ministros. Esta é a “maior compra de comboios por parte da CP de toda a sua história”, adiantou Pedro Nuno Santos. Esta compra representa um investimento de 819 milhões de euros.

Este investimento tem como objetivo “substituir material obsoleto, em alguns casos com 70 anos”, explica o ministro, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros, bem como dar “resposta às necessidades da população”.

Nesta compra, 62 automotoras são para serviço urbano: 34 para a linha de Cascais, “substituir as atuais com mais de 50 anos”, 16 unidades para as restantes linhas da Área Metropolitana de Lisboa e 12 para reforço dos serviços urbanos do Porto, explicou o ministro. Já as outras 55 automotoras elétricas são para serviço regional.

Quanto aos timings deste processo, o primeiro comboio deve ser entregue em 2026, a uma cadencia de três por mês até 2029. “Infelizmente, os comboios demoram o seu tempo a serem fabricados, para além do processo de contratação pública”, admitiu o ministro. Ao lançar o concurso em 2021, “conseguimos adjudicação no final de 2022 e temos sempre três anos e meio a quatro anos para conseguirmos ter primeiro comboio a ser entregue”, explicou.

Pedro Nuno Santos adiantou ainda, neste que apelidou um “dia histórico para a ferrovia nacional”, que se “somam a estas 117 automotoras mais 22 para serviço regional, cujo concurso já tinha sido lançado há algum tempo mas ainda não tinha calendarização”. Estas foram adjudicadas à empresa suíça Stadler.

O ministro esclareceu que o financiamento é do Quadro Financeiro Anual da União Europeia (UE), sendo que a ferrovia não foi incluída no Plano de Recuperação e Resiliência porque podia ser incluída no orçamento de longo prazo da UE.

A par deste investimento foi também tida em conta a “estratégia industrial”, sublinhou o ministro, sendo que será criado um centro de competências ferroviário em Guifões, em Matosinhos.

(Notícia atualizada às 15h10)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo anuncia maior compra de sempre de comboios da CP. Investimento é de 819 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião