CEO da Philip Morris quer fim dos cigarros dentro de uma década

  • ECO
  • 26 Julho 2021

O CEO da maior tabaqueira a nível mundial quer acabar com os cigarros em 10 anos. "Os cigarros devem ser vistos como carros a gasolina, pelo que devem ser proibidos a partir de 2030", defende Olczak.

O CEO da Philip Morris Internacional, a maior tabaqueira a nível mundial, apelou ao Governo do Reino Unido para proibir a venda de cigarros dentro de dez anos, num movimento que tornaria ilegal as suas próprias marcas de tabaco, como a Marlboro, Chersterfield e L&M.

Jacek Olczak defende que a sua empresa poderia “ver o mundo sem cigarros na próxima década” e que os “cigarros devem ser vistos como carros a gasolina, pelo que devem ser proibidos a partir de 2030. “Quanto mais cedo isso acontecer, melhor será para todos”, destaca.

A Philip Morris International (PMI) disse recentemente que quer que metade do seu volume de negócios viesse de produtos não fumadores à medida que se transforma numa “empresa de cuidados de saúde e bem-estar”, avança o The Guardian (acesso livre).

No entanto, a empresa foi criticada por ativistas antitabagismo, que a acusaram de hipocrisia depois de fechar um acordo de mil milhões de libras (1,16 mil milhões de euros) para comprar a empresa farmacêutica britânica Vectura que fabrica inaladores para asma.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) fumar mata cerca de 8 milhões de pessoas por ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CEO da Philip Morris quer fim dos cigarros dentro de uma década

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião