Sonae passa de prejuízos a lucros de 62 milhões no semestre

Sonae diz que segundo trimestre foi "encorajador". Vendas cresceram mais de 5% para 3,2 mil milhões de euros na primeira metade do ano, com Continente e Worten em destaque.

A Sonae SON 1,14% registou lucros de 62 milhões de euros no primeiro semestre do ano, um resultado que compara com os prejuízos de 87 milhões registados no mesmo período do ano passado, à boleia de um segundo trimestre “encorajador” com a reabertura da economia.

As vendas da dona do Continente atingiram os 3,22 mil milhões de euros na primeira metade do ano, o que representa uma subida de 5,5% em termos homólogos, com a CEO Cláudia Azevedo a falar num “segundo trimestre globalmente positivo e encorajador” para a retalhista, isto apesar dos desafios da pandemia.

“Após um período de fortes limitações às nossas operações, o abrandamento das restrições no início do segundo trimestre permitiu que os nossos negócios assistissem a bons sinais de recuperação em diferentes geografias“, frisou a líder da Sonae no comunicado enviado ao mercado.

Segundo a retalhista, o Continente e a Worten continuaram a crescer e reforçaram a quota de mercado durante o primeiro semestre do ano.

A Sonae MC, onde está a cadeia de hiper e supermercados Continente, registou um crescimento de 5,4% das vendas para 2,5 mil milhões de euros entre janeiro e junho. “No segundo trimestre assistiu-se a um abrandamento gradual das restrições, sendo que os consumidores procuraram regressar a padrões de consumo mais normais e não houve inflação alimentar”, explica.

Já a Worten conseguiu aumentar o volume de negócios em 7,5% para 518 milhões de euros, impulsionado pelas vendas online.

A Sonae explora ainda interesses na área dos centros comerciais, onde a Sonae Sierra faturou 66 milhões de euros e lucrou 10,8 milhões, além de deter outros negócios: Sonae Fashion, Sonae FS, Sonae IM, Iberian Sports Retail Grupo e a Nos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sonae passa de prejuízos a lucros de 62 milhões no semestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião