Dono da Zara compra 12% da REN. Entra também no capital da espanhola REE

A Mazoon transmitiu à sociedade Pontegadea Inversiones a totalidade das ações que aquela detinha na REN. A Pontegadea é de Amancio Ortega, que é o dono da Zara.

Amancio Ortega comprou uma posição no capital da Redes Energéticas Nacionais (REN). Através da Pontegadea Inversiones, adquiriu 12% da empresa portuguesa, passando a ser o terceiro maior acionista da cotada liderada por Rodrigo Costa, isto um dia depois de ter passado também a ser acionista da REE, em Espanha.

Em comunicado enviado à CMVM, a REN informa “o mercado e o público em geral que recebeu (…) das sociedades Mazoon e Pontegadea Inversiones” comunicações relativas a participações assumidas no seu capital. A Mazoon, que é a Oman Oil, transmitiu à Pontegadea a “totalidade das ações que aquela detinha na REN, correspondendo a uma participação de 12,006% do capital social desta sociedade”, acrescenta.

Esta Pontegadea Inversiones é detida por Amancio Ortega, o dono da Zara, que de um momento para o outro passa a ser o segundo maior acionista da REN. É “uma decisão de acordo com a lógica de investimento da Pontegadea no que toca ao setor, tipo de empresa e de mercado”, refere a empresa do empresário em comunicado.

O investimento de Ortega na REN surge um dia depois de ter sido conhecida a compra de 5% de Red Eléctrica de España (REE), a empresa que faz a gestão da rede energética em Espanha.

Este investimento na REE, que fez de Ortega também o segundo maior acionista da empresa, implicou um investimento de cerca de 456 milhões de euros. E não é o único na energia do multimilionário espanhol, que conta ainda com outros 5% da Enagás.

“Os investimentos financeiros da Pontegadea estão concentrados em infraestruturas e seguem os mesmos critérios de investimento que o conjunto da sua carteira imobiliária: ativos de qualidade, com um retorno previsível, em mercados de topo e destinados ao desenvolvimento da atividade económica por outras empresas”, acrescenta a gestora.

A Pontegadea tem investimentos em Portugal desde 2002. “É um mercado de investimento natural para a Pontegadea devido à proximidade geográfica, ao conhecimento e experiência prévios e à estabilidade, segurança e perspetivas que oferece”, refere.

“O primeiro investimento da Pontegadea em Portugal, onde a empresa tem um escritório local dedicado à gestão de ativos imobiliários, foi realizado em 2002, apenas um ano após a sua constituição”, lembra, em comunicado. “Atualmente, a Pontegadea tem uma carteira de ativos imobiliários no país
avaliada em mais de 250 milhões de euros”.

(Notícia atualizada pela última vez às 13h22 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dono da Zara compra 12% da REN. Entra também no capital da espanhola REE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião