PIB da Zona Euro cresce 13,7% no segundo trimestre

A economia da Zona Euro cresceu 13,7% em termos homólogos no segundo trimestre por causa do desconfinamento. Entre os 11 países com dados, Portugal foi o quarto com maior crescimento.

O PIB da Zona Euro cresceu 13,7% em termos homólogos e 2% em cadeia no segundo trimestre deste ano, beneficiando do processo de desconfinamento após a vaga de infeções que condicionou o primeiro trimestre. Os dados foram divulgados esta sexta-feira pelo Eurostat, após o Instituto Nacional de Estatística (INE) ter revelado que o PIB português cresceu 15,5% em termos homólogos e 4,9% em cadeia.

No conjunto da União Europeia (27 países, em vez dos 19 países da Zona Euro), o PIB cresceu 13,2% em termos homólogos e 1,9% em cadeia.

No primeiro trimestre, o PIB da Zona Euro tinha contraído 0,3% em cadeia e 1,3% em termos homólogos, assim como o PIB da UE (-0,1% e -1,3%, respetivamente), de acordo com o Eurostat.

No segundo trimestre, entre os 11 países dos 27 Estados-membros da União Europeia para os quais já há dados, Portugal registou o quarto maior crescimento em termos homólogos, atrás de Espanha (+19,8%), Itália (+17,3%) e França (+18,7%). Já no crescimento em cadeia registou o maior valor, seguido da Áustria (+4,3%).

Contudo, estes dados não indicam que Portugal, Espanha, Itália e França estão a ter uma recuperação mais rápida do que outros países europeus, pelo contrário. Estes números refletem mais a queda mais expressiva do PIB nestes países mais dependentes do turismo no segundo trimestre de 2020, o período da pandemia maior impacto económico e que torna a base de comparação homóloga mais baixa.

Fonte: Eurostat.

O mesmo se aplica à comparação em cadeia. Portugal teve o maior crescimento nessa ótica no segundo trimestre, entre os países com dados disponíveis, mas tal acontece também porque foi o país onde o PIB mais caiu no primeiro trimestre, tornando essa base de comparação mais baixa.

De acordo com as previsões da Comissão Europeia e do Fundo Monetário Internacional, Portugal (e outros países do Sul da Europa como Espanha, Itália, Grécia e França) será dos países da UE que mais demorará a recuperar totalmente o PIB pré-pandemia, conseguindo esse feito apenas em 2022 quando na média o PIB europeu chega lá no final deste ano.

A próxima estimativa do PIB da Zona Euro com dados desagregados por país vai ser divulgada pelo Eurostat a 17 de agosto.

(Notícia atualizada às 10h18 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PIB da Zona Euro cresce 13,7% no segundo trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião