PSD “tem feito cedência permanente” à agenda da extrema-direita

  • ECO
  • 1 Agosto 2021

Mariana Vieira da Silva critica o PSD por estar a fazer uma "cedência permanente" à agenda de partidos como o Chega, em busca de votos ou por "autodefesa".

Mariana Vieira da Silva, ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.EPA/ANTONIO PEDRO SANTOS

Mariana Vieira da Silva entende que “o PSD tem feito” uma “cedência permanente” à agenda da extrema-direita, em busca de votos ou por “autodefesa”. A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa considera que o papel do maior partido da oposição deveria ser o de não alimentar o discurso de partidos como o Chega.

Numa entrevista ao Jornal de Notícias e TSF, a ministra fala ainda sobre as negociações em torno do Orçamento do Estado para 2022, afirmando que o facto de o anterior “só ter sido aprovado pelo PCP gera a dúvida de vermos como é que podemos voltar a alargar este trabalho e voltar a contar com o BE”.

Acerca das autárquicas, a ministra está confiante de que “o PS tem condições para ganhar as eleições”, porque “tem melhores políticas”, defende. E porque “teve uma capacidade de fazer das autarquias locais uma frente também de combate e de resposta à pandemia”: “Julgo que ganhará estas eleições pelas políticas que desenvolveu”, concluiu Mariana Vieira da Silva.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PSD “tem feito cedência permanente” à agenda da extrema-direita

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião