Variante Delta com prevalência de 100% em todo o país

A variante Delta apresentou uma frequência relativa de 100% em todas as regiões de Portugal na semana que terminou a 15 de agosto. Mutação adicional Delta+ continua com prevalência inferior a 1%.

A variante Delta do coronavírus apresentou uma frequência relativa de 100% na semana entre 9 e 15 de agosto, incluindo no Norte e no Alentejo, onde a prevalência ainda não era total na semana anterior. A conclusão resulta do estudo das amostras genéticas do vírus, feito pelo INSA.

No período em análise, todas as regiões do país apresentaram frequências relativas de 100% da variante Delta. Até ao momento, o INSA detetou 66 amostras em 5.278 nas quais os vírus apresentavam a mutação adicional conhecida por Delta+, ou sublinhagem AY.1, mas a frequência relativa continua abaixo de 1%.

Frequência relativa da variante Delta:

Fonte: INSA

Ainda de acordo com o relatório semanal do INSA, “a frequência relativa das variantes Beta e Gamma mantém-se baixa e sem tendência crescente”. Desde a semana de 2 a 8 de agosto que não são detetados casos da variante Beta e foram apenas identificados dois casos da variante Gamma na semana de 9 a 15.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Variante Delta com prevalência de 100% em todo o país

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião