Web Summit vai exigir certificado digital ou teste negativo à Covid-19 para aceder ao recinto

"O certificado de vacinação oficial ou um teste negativo à Covid-19 será exigido para participar no Web Summit", diz a organização. Sobre as máscaras, diz que "apoiará" a utilização no recinto.

A Web Summit, que este ano voltará a ser realizada em formato presencial, vai exigir a apresentação do certificado de vacinação ou de um teste negativo à Covid-19 para acesso ao recinto. A organização da feira, que está agendado para 1 a 4 de novembro, não refere a obrigatoriedade do uso de máscara, mas garante que “apoiará” a utilização de quem pretender recorrer a essa proteção.

“A Web Summit vai regressar a Lisboa em novembro. A segurança e a saúde são prioridades“, salientam os responsáveis do evento, detalhando, numa nota divulgada esta terça-feira, que a participação na feira dependerá da apresentação do certificado de vacinação oficial ou de um teste PCR negativo à Covid-19, “que será válido por 72 horas“.

Quanto às máscaras, a organização do evento fundado por Paddy Cosgrave diz que “é improvável” que a utilização deste tipo de proteção no interior do recinto seja legalmente obrigatória em novembro. Ainda assim, “a Web Summit apoiará os participantes que quiserem usar máscaras“. É importante explicar que o progresso da vacinação contra a Covid-19 levou o Governo de António Costa a antecipar o alívio de algumas restrições, mas o uso de máscara (tanto no interior, como na via pública) mantém-se obrigatório, cabendo ao Parlamento determinar o levantamento desse dever.

A organização do Web Summit remata a referida nota assegurando que tomará as medidas adequadas, em conformidade com as orientações das autoridades portuguesas, e que alertará os participantes, atempadamente, se as regras relativas à vacinação e às máscaras sofrerem alterações até à data da realização do evento.

A edição deste ano da Web Summit vai decorrer entre 1 e 4 de novembro. Tal como já acontecia antes da pandemia, os eventos continuarão, contudo, a ser transmitidos simultaneamente online. Prevê-se que, este ano, a feira contará com mais de mil oradores, 1.250 startups e 40.000 participantes. No ano passado, a feira realizou-se exclusivamente em formato digital, por força da crise sanitária.

(Notícia atualizada às 11h34)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Web Summit vai exigir certificado digital ou teste negativo à Covid-19 para aceder ao recinto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião