Festa do Avante terá máximo de 40 mil pessoas e fecha às 1h30. É preciso teste ou certificado para entrar

A Festa do Avante já tem um plano de contigência: vai ter uma lotação máxima de 40 mil pessoas, fechará à 1h30 manhã e é preciso teste ou certificado para entrar. PCP deixa reparo à DGS.

O PCP já divulgou o plano de contingência da Festa do Avante que se realiza entre 3 e 5 de setembro. Os comunistas garantem que o evento de três dias será o “espaço público mais seguro do País para se estar e usufruir” nos 30 hectares de recinto totalmente ao ar livre. A lotação será menos de metade da capacidade, o recinto fechará à 1h30 da manhã e será preciso apresentar certificado ou teste para entrar. Porém, o PCP não deixa de mandar um reparo à DGS.

A lotação máxima no recinto da Festa do Avante! licenciada em anos anteriores para 100 mil visitantes (e apenas considerando a área da Quinta da Atalaia) é atualizada este ano para a lotação de 40 mil“, dita o plano de contingência (elaborado em conjunto com as autoridades de saúde) divulgado pelo partido. As portas vão abrir às 16h para evitar aglomerados, sendo que as atividades arrancam às 19h na sexta-feira e terminam à 1h30.

Estas restrições que vão marcar a edição de 2021 da Festa do Avante levam o PCP a deixar críticas às autoridades de saúde: “Não podemos, ainda assim, deixar de assinalar que o parecer da DGS, sem prejuízo do registo de recomendações que se acolheram, contém em vários domínios graus de exigência maiores relativamente à Festa do que o estabelecido para outras iniciativas e atividades“. Contudo, não específica as diferenças.

Uma das alterações face ao ano passado é que atualmente tanto a vacinação como a testagem já está generalizada no país pelo que, seguindo a recomendação da Direção-Geral de Saúde (DGS), será necessário apresentar um teste negativo ou o certificado de vacinação (ou de recuperação da doença) para aceder ao recinto. “A responsabilidade da realização do teste cabe a cada visitante e a organização recomenda que o possa fazer previamente”, esclarece o PCP, referindo que haverá uma área na entrada onde será possível a realização de teste rápido, para quem necessitar.

"Não podemos, ainda assim, deixar de assinalar que o parecer da DGS, sem prejuízo do registo de recomendações que se acolheram, contém em vários domínios graus de exigência maiores relativamente à Festa do que o estabelecido para outras iniciativas e atividades.”

PCP

Quanto ao uso obrigatório da máscara ao ar livre quando não é possível garantir o distanciamento — uma obrigação que vai continuar em vigor pelo menos até 12 de setembro –, o plano de contingência diz que “o uso da máscara deverá ser feito de acordo com os critérios em vigor”. Porém, no comunicado o partido diz que haverá “a recomendação do uso de máscara”. No plano é dito explicitamente apenas que a máscara é obrigatória “nos espaços assinalados – balcões de atendimento, instalações sanitárias, exposições, etc..”

Face ao ano passado, há um “aumento das áreas de esplanada e a organização das mesas de forma a assegurar o distanciamento”, segundo o PCP, e os restaurantes serão adaptados ao serviço “pegue e leve” para consumo nas esplanadas e sem consumo aos balcões. Tal como em 2020, é recomendada a utilização dos cartões contactless como meio de pagamento.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Festa do Avante terá máximo de 40 mil pessoas e fecha às 1h30. É preciso teste ou certificado para entrar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião