Regulador europeu alerta para potencial “grande correção” nos mercados

Bolsas e mercados obrigacionistas já deixaram a pandemia para trás. ESMA duvida que os preços dos ativos estejam sustentados e alerta para possível "grande correção" nos mercados.

Com os mercados financeiros da União Europeia em níveis iguais ou superiores à pré-pandemia, os investidores institucionais e de retalho poderão ser surpreendidos com uma “correção significativa” dos preços dos ativos, alertou esta quarta-feira o regulador europeu do mercado de capitais.

A Autoridade Europeia dos Valores Mobiliários e dos Mercados (ESMA) vê os mercados obrigacionistas “muito acima dos níveis pré-Covid-19”, enquanto lembra que o “aumento do comportamento de risco levou à volatilidade nas ações (por exemplo, movimentos de mercado relacionados com a GameStop) e mercados de criptoativos, bem como à materialização de riscos com eventos como os casos Archegos ou Greensill”.

“No futuro, esperamos continuar a ver um período prolongado de risco para os investidores institucionais e de retalho de mais – e possivelmente significativas – correções de mercado”, avisou a ESMA no relatório sobre tendências, riscos e vulnerabilidades nos mercados, publicado esta quarta-feira.

É certo que a primeira metade do ano trouxe uma melhoria das perspetivas económicas, à boleia dos planos de vacinação e das intervenções dos governos e banco central. Ainda assim, a ESMA tem dúvidas sobre se os preços estão devidamente sustentados.

“As avaliações crescentes em todas as classes de ativos, as oscilações maciças de preços dos criptoativos e riscos impulsionados por acontecimentos observados no primeiro semestre, perante elevados volumes de negociação, levantam questões sobre o aumento do comportamento de tomada de risco e possível exuberância do mercado”, considera.

Nesse sentido, frisa: “As tendências atuais do mercado precisarão mostrar a sua resiliência durante um longo período de tempo para que seja feita uma avaliação de risco mais positiva”.

Segundo a ESMA, a materialização destes riscos irá depender “de forma crítica” daquilo que foram as expectativas dos investidores em relação à evolução das medidas de apoio lançadas pelos governos e pelo Banco Central Europeu (BCE) para mitigar o impacto económico do surto de coronavírus e relançar a retoma.

Aliás, o ritmo de recuperação económica e as expectativas de inflação também jogarão um papel decisivo, considera o regulador.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Regulador europeu alerta para potencial “grande correção” nos mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião