Lisboa no verde, com EDP e BCP a travar maior subida

Bolsa nacional encerrou a somar 0,6%, impulsionada pelo setor do papel. Pelo contrário, EDP e BCP travaram uma subida mais acentuada do índice.

A bolsa de Lisboa encerrou a valorizar 0,6%, com a maioria das cotadas no verde, e acompanhando a tendência das restantes praças europeias. Contudo, as ações da EDP e do BCP impediram uma subida mais acentuada do índice.

O PSI-20 somou 0,6% para 5.505,55 pontos, sobretudo impulsionado pelas cotadas do papel. A Semapa disparou 3,71% para 12,86 euros, enquanto a Navigator avançou 0,89% para 3,18 euros. A Altri ganhou 0,27% para 5,635 euros.

Ainda nas subidas, destaque para a EDP Renováveis que cresceu 1,49% para 23,16 euros e para a Galp que avançou 0,14% para 8,61 euros. A Nos valorizou 2,06% para 3,668 euros, enquanto a Jerónimo Martins subiu 1,35% para 18,33 euros.

No lado oposto, e a travar uma subida mais acentuada do índice de referência nacional, estiveram as ações da EDP, que caíram 0,81% para 4,748 euros, mas também as do BCP que recuaram 1,48% para 0,1333 euros.

Lisboa acompanhou, assim, a tendência positiva das restantes praças europeias, num dia em que o Stoxx-600 valorizou 0,35% para 474,76 pontos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa no verde, com EDP e BCP a travar maior subida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião