Coverflex compra Flexben e MDS investe na startup de benefícios para colaboradores

Com esta operação, a Coverflex irá crescer a base de clientes para 20.000 colaboradores e atingir 25 milhões de euros de GMV (valor de compensação flexível atribuído via Coverflex).

A Coverflex fechou uma parceria estratégica com a MDS, no âmbito da qual comprou a totalidade do capital da FlexBen, empresa do grupo MDS, que, em paralelo, assumiu uma posição no capital da startup de benefícios para os colaboradores, tornando-se o seu parceiro exclusivo para a distribuição de soluções de seguros. Com esta operação a Coverflex irá crescer a base de clientes para 20.000 colaboradores e atingir 25 milhões de euros de GMV (valor de compensação flexível atribuído via Coverflex).

“Juntar a inovação tecnológica da Coverflex, uma plataforma all-in-one para a gestão dos benefícios flexíveis, à experiência de décadas da MDS, é uma oportunidade de crescimento e de validação para o mercado que era impossível desperdiçar”, diz Miguel Santo Amaro, cofundador e CEO da Coverflex, citado em comunicado.

A MDS é um grupo multinacional português que atua na área da corretagem de seguros e resseguros e consultoria de riscos, estando presente em mais de 120 países. A companhia “tem uma história de inovação tecnológica e aposta em startups, que se iniciou há mais de duas décadas, a qual contribuiu para a sua matriz multinacional e para a liderança no mercado de consultoria de seguros e riscos em Portugal”, diz Ricardo Pinto dos Santos, CEO da MDS Portugal, citado em comunicado.

A parceria estratégica com a Coverflex na área dos benefícios flexíveis permite-nos colocar o nosso conhecimento ao serviço da empresa e contribuir para o seu desenvolvimento através da disponibilização de uma oferta alargada com os melhores serviços e as soluções mais avançadas para os seus clientes. Esta parceria é reforçada com a integração da FlexBen na Coverflex, que assim se torna na empresa de base tecnológica de referência na área dos benefícios flexíveis em Portugal, ganhando dimensão e ambição internacional”, reforça o CEO da MDS Portugal.

Fundada em 2019 por Luís Rocha (ex-TUI Musement), Miguel Santo Amaro (ex-Uniplaces), Nuno Pinto (ex-Kide) e Rui Carvalho (ex-Unbabel), a Coverflex permite às empresas conceber, operacionalizar e personalizar as suas ofertas de compensação aos colaboradores, para além do salário, como seguro de saúde, subsídio de refeição, benefícios sociais e descontos.

Atualmente, mais de 6.000 colaboradores de mais de 300 empresas como a PwC, Bolt, Emma – The Sleep Company, Landing.Jobs, Rows, Paul Stricker, Velocidi e Unbabel estão a utilizar a solução da Coverflex. Com esta parceria, a startup poderá crescer a base de clientes para 20.000 colaboradores, atingindo os 25 milhões de euros de GMV (valor de compensação flexível atribuído via Coverflex).

A Coverflex anunciou a 14 de abril a maior ronda pre-seed de sempre em Portugal, no valor de cinco milhões de euros, liderada pela francesa Breega e pelo fundo 200M. O financiamento permite à Coverflex fazer crescer a sua equipa, que deverá chegar aos 60 colaboradores até ao final do ano, reforçando sobretudo as áreas de produto, engenharia e design.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Coverflex compra Flexben e MDS investe na startup de benefícios para colaboradores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião