Marcelo espera esclarecimentos “sem drama e com serenidade” na reunião do Infarmed

  • Lusa
  • 14 Setembro 2021

Para o chefe de Estado, é preciso que fique claro que, quando e “se houver infetados […], como é que é a reação e como é que se vai normalizando a vida nacional”.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta terça-feira esperar que, na reunião de quinta-feira do Infarmed, surjam esclarecimentos “sem drama e com serenidade” aos portugueses sobre a Covid-19, nomeadamente no arranque do ano letivo.

“Eu disse sempre no Infarmed e disse-o fora do Infarmed: é muito importante que em cada momento – e agora é uma nova fase que corresponde ao começo do ano letivo – os portugueses saibam exatamente quais são as regras”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, falando aos jornalistas portugueses em Roma, onde vai participar na quarta-feira numa reunião do Grupo de Arraiolos, que junta chefes de Estado com poderes não executivos da União Europeia.

Para o chefe de Estado, que participa na quinta-feira de manhã na retoma das reuniões do Infarmed, que juntam especialistas e responsáveis políticos, é preciso que fique claro que, quando e “se houver infetados […], como é que é a reação e como é que se vai normalizando a vida nacional”.

“Isto, feito sem drama, com serenidade, mas com um esclarecimento, é muito importante para aquilo que tem sido a resposta dos portugueses, lúcida, serena e massiva”, adiantou.

Marcelo Rebelo de Sousa disse ainda ser “bom” poder “dar o exemplo dos portugueses e de Portugal também na vacinação” contra a Covid-19 nesta reunião do Grupo de Arraiolos, que junta 15 chefes de Estado da União Europeia, numa altura em que a Europa tenta controlar a pandemia.

As reuniões sobre a evolução da situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal, juntando políticos e especialistas, vão ser retomadas esta quinta-feira no Infarmed, em Lisboa, disse à agência Lusa fonte do executivo.

A reunião de quinta-feira, prevista para as 15 horas, de acordo com a mesma fonte, decorrerá em formato “semipresencial”, esperando-se que, tal como aconteceu em 9 de julho passado, o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa, estejam na sede do Infarmed.

Como tem sido habitual, a ministra da Saúde, Marta Temido, e grande parte dos especialistas estarão presentes e, desta vez, os diferentes partidos com assento parlamentar poderão enviar um elemento à reunião. Os restantes acompanharão os trabalhos por videoconferência.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Marcelo espera esclarecimentos “sem drama e com serenidade” na reunião do Infarmed

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião