Concorrência dá ‘luz verde’ a controlo conjunto de três eólicas pela Finerge e Guild

  • Lusa
  • 16 Setembro 2021

A decisão de não oposição à operação é justificada pela AdC por não ser suscetível de criar entraves significativos à concorrência efetiva no mercado da produção de energia em Portugal continental.

A Autoridade da Concorrência (AdC) deu ‘luz verde’ à compra, pela Finerge e Guild Investments, do controlo das empresas Eólica da Serra da Arada, Eólica da Cabreira e Eólica de Montemuro, controladas conjuntamente pela Guild e grupo EDF.

A decisão de não oposição à operação de concentração, resultante da aquisição do controlo conjunto sobre as sociedades anónimas Eólica da Arada – Empreendimentos Eólicos da Serra da Arada, Eólica da Cabreira e Eólica de Montemuro, é justificada pelo regulador por não ser suscetível de criar entraves significativos à concorrência efetiva no mercado da produção de energia em Portugal Continental.

As três eólicas, que o aviso da Adc denomina em conjunto “Empresas ACM”, têm por atividade desenvolver infraestruturas, serviços e projetos no etor das energias renováveis, em particular construção e operação de parques eólicos em Portugal.

A Finerge, holding do Grupo FSI em Portugal, grupo de produção de energia renovável, junta-se nesta operação à Guild Investments Limited, holding de investimentos do grupo sediado no Reino Unido Local Pensions Partnership Investments em ativos eólicos em Portugal.

Em dezembro de 2020, a EDP Renováveis (EDPR) concluiu a venda ao grupo Finerge, por 450 milhões de euros, da sua participação acionista total em ativos eólicos em Espanha, um negócio comunicado ao mercado em agosto de 2020.

Na altura, o grupo explicou que o negócio era resultado da estratégia de rotação de ativos para rentabilizar os parques da empresa, antes de chegarem ao fim da vida útil, pretendendo acelerar investimento e crescimento.

A operação abrangeu sete parques eólicos em operação em Espanha, nomeadamente, nas regiões de Ávila e Catalunha.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Concorrência dá ‘luz verde’ a controlo conjunto de três eólicas pela Finerge e Guild

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião