Preço da eletricidade mantém subida meteórica e aproxima-se dos 190€/MWh

Na negociação intradiária, o mercado spot chegou a um valor máximo já muito perto da meta dos 200 euros por MWh (198€/MWh), face a um mínimo de 180€/MWh.

É o terceiro recorde desta semana, e o segundo em dias consecutivos. Mês após mês, dia após dia, o preço da eletricidade no mercado grossista de eletricidade na Península Ibérica continua a bater máximos históricos sem precedentes. Depois de esta quarta-feira o preço médio por cada MWh no Mibel ter chegado aos 172,78 euros, amanhã, quinta-feira, será dia de um novo pico: com um salto de 15,4 euros, o novo recorde será então de 188,18€/MWh.

Na negociação intradiária, o mercado spot chegou assim a um valor máximo já muito perto da meta dos 200 euros por MWh (198€/MWh), face a um mínimo de 180€/MWh.

O fenómeno continua a explicar-se com a drástica diminuição da geração de eletricidade a partir do vento, obrigando as centrais de ciclo combinado a gás natural a serem chamadas ao mix energético para compensar esse efeito.

No entanto, a energia elétrica que estas produzem é mais cara (e é a que dita os preços do Mibel neste momento) por causa dos preços do gás natural que também estão em máximos históricos e dos preços das licenças de emissão de CO2, também em ascensão.

De acordo com uma análise do jornal espanhol El País, nesta quarta-feira, em que o MWh está a valer o preço nunca antes visto de 172,78 euros, no pico entre as 12h30 e as 13h, a origem da energia no Mibel será nuclear (25%), cogeração (15,8%), ciclo combinado a gás natural (14,5%), hidráulica (13,2%), carvão (7,4%), eólica (6,1%) e solar (0,75%).

Neste mix, quem manda é o preço fixado pelas centrais a gás (inflacionado pelo custo atual da matéria prima nos mercados internacionais e pela alta de preços das licenças de emissão de CO2), que são as últimas a entrar no sistema e, de “forma cega” marcam o tom para todas as outras.

A meio do mês de setembro são já sete os recordes batidos, muito perto dos oito recordes de agosto:

  • 1 de setembro – 132,47€/MWh
  • 2 de setembro – 140,23€/MW
  • 8 de setembro – 141,71€/MWh
  • 9 de setembro – 152,32€/MWh
  • 13 de setembro – 154,16€/MWh
  • 15 de setembro – 172,78€/MWh
  • 16 de setembro – 188,18€/MWh

O preço médio para setembro já está nos 142,40/MWh nos dois países.

Em termos anuais, mostra o Data Hub da REN que o preço médio no Mibel está nos 73,26 euros por MWh.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Preço da eletricidade mantém subida meteórica e aproxima-se dos 190€/MWh

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião