Perdas do grupo EDP levam PSI-20 para o “vermelho”

Bolsa de Lisboa está a desvalorizar, contrariando os ganhos ligeiros da generalidade das praças europeias. A condicionar o desempenho do PSI-20 estão as quedas do grupo EDP.

A bolsa de Lisboa arranca a desta quarta-feira sessão da semana em terreno negativo, contrariando os ganhos ligeiras da generalidade das congéries europeias. A condicionar o desempenho do PSI-20 estão as quedas do grupo EDP.

Pelo “Velho Continente”, o Stoxx 600 avança 0,1%, a par com o alemão DAX e o francês CAC-40, enquanto o britânico FTSE segue inalterado e o espanhol IBEX-35 recua 0,1%. Lisboa prolonga as perdas da sessão anterior, com o PSI-20 a ceder 0,07%, para 5.386,27 pontos.

A condicionar o desempenho do índice de referência nacional estão as cotadas do grupo EDP. A elétrica recua 0,68%, para 4,790 euros, ao passo que a subsidiária EDP Renováveis desvaloriza 0,61%, para 22,66 euros.

Em contrapartida, a Galp Energia avança 0,63%, para 8,272 euros, apesar de ter arrancado a sessão a desvalorizar. Na quinta-feira, a petrolífera portuguesa vai distribuir um dividendo de 25 cêntimos por ação aos seus acionistas pelo que a cotada está nesta sessão a descontar esse valor nos títulos, os quais deixaram de conferir direito ao dividendo antecipado da petrolífera. Ainda pelo setor energético, a REN soma 0,20% para 2,55 euros.

Nota ainda para a Pharol, cujos títulos recuam 1,18%, para 0,093 euros, enquanto a Semapa perde 1,76%, para 12,28 euros.

Entre “os pesos pesados” e a evitar quedas mais expressivas do PSI-20 estão o BCP e a Jerónimo Martins. As ações do banco liderado por Miguel Maya avançam 0,70%, para 12,98 cêntimos, num movimento de correção das perdas da sessão anterior. Já as ações da retalhista dona do Pingo Doce ganham 0,17%, para 17,835 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Perdas do grupo EDP levam PSI-20 para o “vermelho”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião