O povo mais alto do mundo está a encolher

  • Joana Abrantes Gomes
  • 17 Setembro 2021

É nos Países Baixos que nascem as pessoas mais altas do mundo desde a década de 1950. Porém, um estudo vem agora indicar que a altura dos holandeses está a diminuir desde 1980.

As pessoas mais altas do mundo estão a encolher. Desde o final da década de 1950 que os detentores do título são os holandeses, mas um estudo do gabinete de estatísticas do país publicado na sexta-feira revela que a geração de holandeses nascidos em 2001 é mais baixa do que a que nasceu em 1980.

“No decurso do século passado, tornámo-nos cada vez mais altos, mas desde 1980 o crescimento parou”, afirma o estudo. Hoje em dia, a altura média dos homens de 19 anos dos Países Baixos é 182,9 centímetros, um centímetro mais baixos do que a média da geração de homens de 1980. Já as mulheres nascidas em 2001 medem agora uma média de 169,3 centímetros, uma quebra ligeiramente mais acentuada (menos 1,4 centímetros) quando comparadas às mulheres que nasceram em 1980.

Apesar dessa diminuição, “os Países Baixos ainda são a nação mais alta do mundo”, declarou o Gabinete Central de Estatística do país, citado pela agência de notícias France Presse. Citando dados de 2020 da Colaboração de Fatores de Risco de Doenças Não-Comunicáveis, uma rede global de cientistas da saúde, os holandeses estão em primeiro lugar, acima de Montenegro, Estónia e Bósnia, enquanto as holandesas estão acima de Montenegro, Dinamarca e Islândia. Pelo contrário, os homens mais baixos encontram-se em Timor Leste e as mulheres mais baixas na Guatemala.

O estudo realizou-se a partir de auto-medições de 719.000 holandeses com idades compreendidas entre os 19 e os 60 anos.

O que faz dos holandeses as pessoas mais altas do mundo

As razões que tornam as pessoas originárias dos Países Baixos nas mais altas do mundo permanecem pouco claras. Os holandeses nem sempre foram tão esguios e, ainda há um século, era nos Estados Unidos e na Escandinávia que nasciam as pessoas mais altas. Só com a geração nascida nos finais da década de 1950 é que os holandeses tomaram o título, quando no início do século XIX eram baixos para os padrões europeus e apenas começaram a crescer de forma acentuada na década de 1840.

Segundo o gabinete de estatísticas, terá sido o aumento da prosperidade e a “seleção natural em que homens e mulheres mais altos tinham mais filhos do que casais mais baixos” as principais razões desse rápido crescimento. Porém, que fatores explicam a atual tendência de decrescimento na altura dos holandeses?

O estudo aponta a imigração como uma das causas que explicam a mudança de altura dos holandeses, especialmente de pessoas de origem não ocidental, pois tendem a ser, em média, mais baixas. No entanto, o crescimento também “estagnou” entre aqueles cujos pais e avós nasceram nos Países Baixos, indica o estudo.

Desde 1980, os homens não cresceram em altura, sendo que entre as mulheres regista-se uma “tendência decrescente”. Tal poderá dever-se a um “limite biológico”, mas também a “hábitos alimentares pouco saudáveis e consumo excessivo de energia na fase de crescimento”, conclui o gabinete de estatísticas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

O povo mais alto do mundo está a encolher

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião