Mais 260 vagas preenchidas no recrutamento de técnicos superiores para a Administração Pública

  • Lusa
  • 20 Setembro 2021

“Concluído este terceiro procedimento de oferta de colocação, foram já colocados nos serviços cerca de 700 técnicos especializados, em cerca de 60 serviços", adianta o Ministério.

Mais cerca de 260 vagas, das 475 inicialmente disponibilizadas, foram preenchidas no âmbito do recrutamento centralizado de técnicos superiores para a Administração Pública, anunciou esta segunda-feira o Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública.

Em comunicado, o ministério refere que “estes candidatos tiveram a oportunidade de manifestar preferência pelos serviços com vaga aberta e foi no encontro entre a oferta e as escolhas dos candidatos que a colocação e ocupação de vagas ocorreram”, adiantando que está prevista até ao final do ano a abertura de um novo procedimento de colocação.

As mais de 260 vagas pertencem a 60 entidades que integraram este procedimento de oferta de colocação, entre as quais o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, o Instituto Nacional de Estatística, a Agência Portuguesa do Ambiente e a Autoridade Tributária e Aduaneira, detalha o ministério.

A lista final de colocação da oferta foi publicada, na sexta-feira, na Bolsa de Emprego Público (BEP), e está disponível para consulta na área dedicada ao recrutamento centralizado. Posteriormente, serão celebrados os contratos de trabalho em funções públicas entre os candidatos colocados e os respetivos serviços.

“Concluído este terceiro procedimento de oferta de colocação, foram já colocados nos serviços cerca de 700 técnicos especializados, em cerca de 60 serviços, designadamente em centros de competências”, salienta o ministério tutelado por Alexandra Leitão.

O ministério acrescenta que “sempre que persistam necessidades não satisfeitas ou sejam reportadas novas necessidades de candidatos com perfis ainda existentes em reserva, serão lançadas novas ofertas de colocação, prevendo-se, até ao final do ano, a abertura de um novo procedimento de colocação”.

“A colocação dos técnicos superiores que estão nas reservas de recrutamento tem permitido suprir as necessidades de recrutamento nos quadros da Administração Pública, correspondendo assim ao compromisso do Governo de contribuir para o rejuvenescimento dos mapas de pessoal e do efetivo global da Administração Pública e para o reforço da sua capacitação com a contratação de técnicos especializados em áreas consideradas estratégicas”, conclui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mais 260 vagas preenchidas no recrutamento de técnicos superiores para a Administração Pública

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião