“É urgente delinear” plano de apoio ao fim das moratórias, diz Paulo Macedo

  • ECO
  • 22 Setembro 2021

"O plano de apoio ao final das moratórias já foi divulgado, já se conhecem as grandes linhas, mas ainda não está totalmente delineado e isso é urgente", diz Paulo Macedo.

O final das moratórias trará problemas, mas entendemos que são problemas geríveis”, diz de forma clara o presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos, em entrevista à Renascença (acesso livre). Paulo Macedo sublinhou a necessidade de serem conhecidos os detalhes dos planos de apoio.

“Os planos que estão previstos são positivos, agora é preciso serem divulgados, em concreto, muito rapidamente”, diz Paulo Macedo. “O plano de apoio ao final das moratórias já foi divulgado, já se conhecem as grandes linhas, mas ainda não está totalmente delineado e isso é urgente, da mesma maneira que é urgente conhecer e divulgar os termos dos planos de recapitalização, para que as empresas possam planear o recurso a esses mecanismos que são tão importantes”, afirmou numa referência à garantia adicional do Estado. “A questão, neste momento, não é apenas de acesso a financiamento, pois nunca o financiamento foi tão baixo na história dos gestores, dos empresários e das nossas vidas, mas também como podem recorrer e melhorar as medidas de apoio aos capitais próprios“, acrescentou.

Para o CEO da CGD o final das moratórias não vai trazer “um problema grave ao país e aos bancos, que era um dos receios”. “Mas claro que não vamos ignorar que há famílias que precisam de ser apoiadas e há empresas que vão ter muitas dificuldades e precisam de apoio”. O responsável revelou que a Caixa teve “vários pedidos de reestruturação, designadamente de particulares” que já atenderam. “Tivemos, também, algumas empresas que nos sinalizaram que precisariam de apoios adicionais e com quem estamos a falar para saber como pode isso ser feito”, acrescentou deixando um aviso: “Não vale a pena estar a apoiar empresas — e isso é unânime na sociedade — que não tenham viabilidade económica”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“É urgente delinear” plano de apoio ao fim das moratórias, diz Paulo Macedo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião