Máscara deixa de ser obrigatória no comércio local

Vai continuar a ser obrigatório utilizar máscara em vários espaços fechados, nomeadamente transportes públicos, lares, hospitais, grandes superfícies e salas de espetáculos.

Apesar de já não ser obrigatória na rua, será necessário continuar a usar a máscara em vários locais, segundo anunciou o primeiro-ministro esta quinta-feira, após o Conselho de Ministros. A máscara vai continuar a ser obrigatória em transportes públicos, lares, hospitais, grandes superfícies e salas de espetáculos.

Será preciso usar máscara “sempre que é obrigatório, sempre que é recomendável e sempre que tenhamos dúvidas se não é importante para garantir a segurança”, apontou António Costa, na conferência de imprensa após a reunião. Já para o comércio local, para os restaurantes e para os bares e discotecas não será necessário usar máscara, adiantou.

Explicando as restrições, Costa aponta que existem três situações em que é necessário a máscara: “Locais onde existe população vulnerável“, como lares e hospitais, sítios com “grande afluência de pessoas”, como transportes públicos e grandes superfícies, e ainda quando existe uma “contiguidade prolongada como é o caso de um espetáculo” e eventos como congressos.

O primeiro-ministro sublinhou ainda que o uso máscara não é obrigatória nos espaços exteriores das escolas, sendo que a DGS irá também “atualizar as normas sobre o confinamento que permitirá responder a problemas que tem subsistido de isolamento de pessoas vacinadas”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Máscara deixa de ser obrigatória no comércio local

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião