Generali obtém autorização da Supervisão para comprar Cattolica

  • ECO Seguros
  • 26 Setembro 2021

Além da autorização para o controlo da Cattolica, operação que depende de validação dos reguladores locais, a Generali recebeu 'luz verde' para deter a CATTRE S.A. e a Vera Financial Dac.

A Assicurazioni Generali SpA (Generali), grupo italiano que em Portugal detém as portuguesas Tranquilidade, Açoreana e LOGO, obteve autorização do organismo italiano de supervisão dos seguros (IVASS), nos termos da oferta de aquisição anunciada em maio passado, para a avançar com a oferta pública de aquisição (OPA) visando alcançar posição de controlo da Società Cattolica di Assicurazioni (Cattolica).

No âmbito da OPA voluntária lançada ao grupo de que já é acionista com 24% do capital social, a Generali deverá desembolsar até cerca de 1,2 mil milhões de euros para adquirir todo o papel e, seguidamente, retirá-la do mercado bolsista, conforme noticiou ECO Seguros.

Na nota que anuncia a autorização da Ivass para a OPA sobre a Cattolica, o grupo italiano indica ter recebido aprovação regulatória para adquirir “controlo indireto” da CATTRE S.A. (Luxemburgo), uma start-up subsidiária da Cattolica dedicada a riscos menos comuns, e da Vera Financial Dac, igualmente filial da Cattolica, mas supervisionada na Irlanda.

No entanto, além depender do organismo de supervisão comportamental dos seguros (Ivass – Instituto per la Vigilanza sule Assicurazioni), a efetividade de certas operações de consolidação (fusão-aquisição) no mercado italiano dependem também de validação da Consob (Commissione Nazionale per le Società e la Borsa), regulador do mercado de capitais. É o caso da aquisição da Cattolica.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Generali obtém autorização da Supervisão para comprar Cattolica

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião