Portugal com 230 novos casos de Covid-19. Morreu uma pessoa

Morreu mais uma pessoa por Covid-19 e foram identificadas 230 novas infeções, nas últimas 24 horas, indica boletim divulgado pela DGS.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) identificou 230 novos casos de Covid-19, nas últimas 24 horas. O boletim diário desta quarta-feira dá conta de mais uma morte do que no último balanço A incidência média no território nacional recuou para 111,6 casos por 100 mil habitantes, enquanto o risco de transmissibilidade (Rt) subiu para 0,85.

Desde o início da pandemia, já foram confirmados 1.067.175 casos em Portugal. Destes, 223 casos foram identificados nas últimas 24 horas: 78 em Lisboa e Vale do Tejo, 54 no Norte, 38 no Alentejo, 35 no Algarve, 17 no Centro, três na Madeira e cinco nos Açores. É preciso recuar a meados de maio deste ano para encontrar um número diário de novas infeções mais baixo, o que reflete os efeitos da campanha de vacinação contra a Covid-19.

De acordo com o boletim da DGS, há agora menos 250 casos ativos, totalizando 31.285. Além disso, nas últimas 24 horas, 479 utentes foram dados como recuperados, o que significa que, desde o início da pandemia, 1.017.935 já recuperaram da infeção em Portugal.

A DGS salienta, por outro lado, que uma pessoa morreu, desde o último balanço, tendo sido esse óbito registado no Norte. Desde 6 de julho que Portugal não registava este número de mortes, ou seja, desde então o país tinha vindo a verificar sempre valores superiores. Subiu, assim, para 17.955 o número de falecimentos por Covid-19 registados em Portugal, desde o início da crise sanitária.

Quanto aos internamentos, nas últimas 24 horas, passaram de estar nessa situação cinco portugueses (o novo total é de 420 doentes). Já o número de utentes em cuidados intensivos manteve-se recuou: menos quatro utentes para um novo total de 79. Quanto ao número de contactos sob vigilância ativa, há a notar uma quebra de 452 pessoas, desde o último balanço. Há agora, no total, 27.845 pessoas nessa situação.

Esta segunda-feira, a DGS atualizou, além disso, a matriz de risco, indicando que o risco de transmissibilidade nacional está nos 0,85, 0,2 pontos acima do último balanço. A incidência nacional, por sua vez, fixou-se em 111,6 casos de infeção por 100.000 habitantes, abaixo dos valores mais recentes em 15,7 pontos.

O Governo de António Costa espera, de acordo com as projeções da task force, atingir a meta de ter 85% da população residente com a vacinação completa muito em breve. A pensar na concretização desse objetivo, o Executivo já anunciou a nova fase de desconfinamento, que arrancará a 1 de outubro e implicará, por exemplo, a reabertura de bares e discotecas e o fim da exigência de apresentação do certificado de vacinação ou testagem no acesso a restaurantes, hotéis e alojamentos locais.

Boletim epidemiológico de 27 de setembro

(Notícia atualizada às 14h26)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal com 230 novos casos de Covid-19. Morreu uma pessoa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião