Santander vai distribuir 1.700 milhões em dividendos e recompra de ações

Banco vai pagar dividendo de 4,85 cêntimos por ação e anunciar uma remuneração adicional no primeiro trimestre de 2022.

Depois de terem sido proibidos de distribuir dividendos devido à pandemia, os bancos já podem voltar a remunerar os acionistas. Em Espanha, o Bankinter deu o pontapé de partida e, agora, é a vez do Santander, que irá distribuir 1.700 milhões de euros em dividendos e recompra de ações, diz o Cinco Días (conteúdo em espanhol). Montante representa 40% dos lucros do primeiro semestre.

O Conselho de Administração do Santander aprovou uma proposta para fixar uma retribuição acionista à conta dos resultados de 2021. Os 1.700 milhões de euros que irão ser distribuídos dividem-se em duas parte: um dividendo de 4,85 cêntimos por ação, pago a partir de 2 de novembro, e cerca de 841 milhões de euros para a recompra de ações. Antes de esta opção arrancar, será feito um novo anúncio com informações adicionais.

Com esta remuneração, o Santander explica que está a atualizar a sua política de remuneração ao acionista para 2021, que visa uma remuneração total da ordem de 40% dos lucros, repartida igualmente entre dividendos e recompra de ações. Os pagamentos serão feitos por volta do mês de novembro e os últimos por volta do mês de maio, após a realização da assembleia geral de acionistas do banco.

O banco vai anunciar no primeiro trimestre de 2022 uma remuneração adicional sobre aos lucros de 2021, sujeita ainda às aprovações internas e regulamentares que vierem a ser aplicáveis. Esta será paga também a 4,85 euros por ação.

A devolução destes montantes acontece na parte de um ano em que o comportamento dos mercados está a ser muito positivo. No ano passado, o Santander pagou um dividendo de 2,75 cêntimos por ação, o máximo permitido devido a restrições regulamentares, e que equivalia a 15% do lucro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Santander vai distribuir 1.700 milhões em dividendos e recompra de ações

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião