Yazaki Saltano sopra 20 velas com quase 500 engenheiros em Ovar

O centro de engenharia do grupo japonês, que trocou a antiga fábrica de Gaia pelas instalações no distrito de Aveiro, emprega 469 pessoas e trabalha para os principais fabricantes automóveis.

Duas décadas depois de ser criado, ainda como uma divisão de design de engenharia da fábrica que a Yazaki Saltano tinha em Vila Nova de Gaia, o centro de engenharia da multinacional japonesa emprega atualmente 469 pessoas em Ovar, apoiando o crescimento do grupo na Europa e também no Norte de África.

Apresentado como “uma das mais importantes organizações de engenharia da Yazaki na Europa” – concebe e constrói nove em cada dez ferramentas de engaste que são utilizadas pelas filiais de fabrico no Velho Continente –, o designado Porto Technical Centre (PTC) fornece designs, produtos e serviços aos principais fabricantes de automóveis japoneses, europeus e norte-americanos, e a clientes de outros setores.

Instalado em Ovar desde 2008, para onde foi transferido após o fecho da fábrica de Serzedo – tinha sido a primeira a produzir cablagens na Europa, a partir de 1986 –, este hub é atualmente a sede de seis divisões principais, agrupadas em três categorias: engenharia e desenvolvimento de produtos (sistemas de distribuição elétrica para aplicações de baixa e alta tensão, conectividade de dados, conceção e desenvolvimento de componentes), testes laboratoriais e desenvolvimento de ferramentas.

Esta terça-feira, poucas horas depois da apresentação do Orçamento do Estado para 2022, o ministro da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, ruma a Ovar para participar na cerimónia de celebração do 20º aniversário do PTC, onde vão estar presentes o presidente e CEO da Yazaki Europe, Hans Lemmens, o autarca vareiro, Salvador Malheiro, e o embaixador do Japão em Portugal, Ushio Shigeru. No total, trabalham na unidade portuguesa perto de 2.295 pessoas.

Instalações do Porto Technical Centre, em Ovar.D.R. 11 Outubro, 2021

Liderado por Marcos Ferreira, o PTC diz que os colaboradores têm uma idade média a rondar os 40 anos, “com a faixa dos 20 aos 29 anos a perfazer o maior bloco”. E está a trabalhar com escolas, institutos e universidades locais para “oferecer uma carreira na indústria automóvel” a jovens engenheiros, trabalhadores de tecnologias de informação (TI) e outros profissionais.

Fundada em 1941, a Yazaki Corporation é um fabricante independente de componentes automóveis com presença em 45 países e quase 250 mil funcionários distribuídos por 143 empresas. Além de arreios de fiação e sistema para automóveis, que são o principal produto e em que reclama a liderança de mercado a nível global, também desenvolve e fabrica contadores, componentes eletrónicos e vários outros produtos para a indústria automóvel.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Yazaki Saltano sopra 20 velas com quase 500 engenheiros em Ovar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião