Governo quer negociar e assume que proposta de OE “pode ir mais longe”

  • ECO
  • 13 Outubro 2021

Duarte Cordeiro assume que o Governo tem margem para mais e pede "vontade de aproximação" de todas as partes.

Depois de várias críticas por parte dos partidos políticos e sindicatos, o Governo ouviu “com atenção” as reações dos parceiros à proposta de Orçamento do Estado para o próximo ano e garante que não vê o “processo como finalizado”. O Governo tem margem para mais e pede “vontade de aproximação” de todas as partes, avança o Observador (acesso pago).

Depois de o BE e o PCP assumirem votar contra a proposta do Governo se o Governo não fizer mais cedências na fase de especialidade, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, está consciente de que a negociação será “longa, como no ano passado” e “exigirá dos vários partidos vontade de aproximação”. “Da parte do Governo ela existe”, sublinha.

Duarte Cordeiro realça que “o Governo não vê a negociação com o PCP como finalizada”. “Antes pelo contrário. Vamos procurar aproximações como nos outros anos”, concluiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo quer negociar e assume que proposta de OE “pode ir mais longe”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião