Primeiro ETF de bitcoin estreia-se na bolsa com subida de 4,85%

O ProShares Bitcoin Strategy ETF, considerado o primeiro fundo de bitcoin a negociar na bolsa, apresentou um ganho modesto na estreia em Wall Street.

O primeiro ETF que acompanha as subidas e descidas da bitcoin chegou esta terça-feira à bolsa de Nova Iorque, tendo fechado o primeiro dia de negociações com um ganho de 4,85%. As últimas unidades de participação trocaram de mãos a 41,94 dólares.

Nesta sessão inicial, mais de 24 milhões de ações do ETF trocaram de mãos, num montante total que se aproximou dos 900 milhões de dólares em valor. Perto das 21h45, já depois do fecho dos mercados em Wall Street, o preço da bitcoin avançava 4,91%, para 64.296,61 dólares.

O ProShares Bitcoin Strategy ETF é o primeiro fundo deste tipo a negociar num mercado regulado, pelo que o lançamento era amplamente aguardado pelos investidores em Wall Street e pelos entusiastas das criptomoedas. Ao contrário dos fundos de investimento tradicionais, os ETF são fundos de investimento que negoceiam na bolsa.

No entanto, este ETF da ProShares não detém bitcoin “fisicamente”. Para replicar a cotação da moeda virtual, a ProShares recorre a contratos futuros da bitcoin, um instrumento derivado que já existe há alguns anos. Por esse motivo, alguns analistas têm alertado que poderá não acompanhar com rigor o preço da maior criptomoeda do mundo.

Outras casas de investimento estão a preparar o lançamento de fundos de bitcoin alternativos. É o caso da Valkyrie Investments e da VanEck. Esta última ganhou alguma popularidade recentemente, por ter lançado um ETF que acompanha as ações mais mencionadas nas redes sociais — tem o ticker “BUZZ”.

A SEC — a “CMVM” dos EUA — não se opôs ao lançamento do ProShares Bitcoin Strategy ETF. No entanto, o regulador dos mercados parece mais reticente em aprovar um ETF que compre diretamente a bitcoin. Não é garantido, por isso, que alguma vez venha a existir um.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Primeiro ETF de bitcoin estreia-se na bolsa com subida de 4,85%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião