Galp lucra 327 milhões até setembro e melhora perspetivas para o ano

Depois de o choque da pandemia ter atirado as contas para o "vermelho" nos primeiros nove meses de 2020, a Galp regressa aos lucros. Ganhou 327 milhões até setembro e melhora perspetivas para 2021.

A Galp Energia lucrou 327 milhões de euros até setembro deste ano, uma melhoria face aos prejuízos de 45 milhões registados no mesmo período do ano passado. Depois do choque provocado pela Covid-19, que atirou as contas da petrolífera para o “vermelho”, o grupo liderado por Andy Brown regressa a um resultado líquido positivo numa base RCA.

Assumindo, porém, a norma contabilística IFRS, a Galp perdeu 102 milhões no mesmo período. É, ainda assim, um crescimento de 80% no resultado líquido dos primeiros nove meses de 2021, indicou a Galp num comunicado enviado à CMVM.

Entre janeiro e setembro deste ano, os lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA RCA) aumentaram 45%, para 1.678 milhões de euros, uma subida que a Galp explica com “o aumento dos preços de petróleo”. No período, a produção média working interest foi de 127,3 mil barris de petróleo e equivalentes por dia, um recuo homólogo de 4%.

Na vertente comercial, as vendas de produtos petrolíferos registaram uma subida homóloga de 4%, para 4,6 mt (toneladas métricas), “acompanhando a maior procura durante o período, beneficiando do alívio das restrições à mobilidade”.

A dívida líquida da Galp no final de setembro era de 2.028 milhões de euros, um alívio de 63 milhões de euros em termos homólogos.

Face a estes dados e à atual conjuntura económica, a Galp decidiu atualizar as perspetivas para o ano atual. O EBITDA RCA foi revisto em alta, de 2 mil milhões de euros para 2,3 mil milhões e o cash flow operacional deverá superar 1,8 mil milhões, contra 1,7 mil milhões estimados anteriormente pela companhia.

(Notícia atualizada pela última vez às 7h55)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Galp lucra 327 milhões até setembro e melhora perspetivas para o ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião