Ricciardi quer criar banco digital para regenerar nome da família Espírito Santo

  • ECO
  • 25 Outubro 2021

O ex-administrador do BES confessa que irá tentar regenerar o nome Espírito Santo através da criação de um banco novo virado para o digital.

José Maria Ricciardi, ex-administrador do BES, indica que o “melhor nome da banca portuguesa foi destruído” e confessa que irá tentar regenerar o nome da família Espírito Santo através da criação de um banco novo, num conceito “diferente dos chamados bancos clássicos”, avança numa entrevista ao Público (acesso pago).

“Terá de ser pequeno, pelo menos no início, virado para o mundo digital, mas que dê às próximas gerações e aos colaboradores a possibilidade de crescer no futuro”, adianta José Maria Ricciardi.

O ex-administrador do BES conta que foi desafiado a regenerar o grupo por um elemento da sua família. “Se conseguir começar a fazer a sua regeneração, para que as gerações seguintes o desenvolvam, partirei desta vida com a consciência tranquila de que fiz tudo o que podia”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ricciardi quer criar banco digital para regenerar nome da família Espírito Santo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião