Quedas de Galp e BCP levam Lisboa a terceira sessão consecutiva de perdas

O dia foi negativo nas praças europeias e Lisboa não foi exceção. A Galp Energia caiu mais de 2% e pressionou o PSI-20, que foi também penalizado pelo BCP.

A bolsa nacional registou perdas pela terceira sessão consecutiva, num dia em que acompanha também o sentimento negativo vivido nas principais praças europeias. As quedas de 2% da Galp Energia, numa altura em que o preço do barril de petróleo desvaloriza nos mercados internacionais, e de mais de 1% do BCP pesam no índice de referência nacional.

O PSI-20 recuou 0,40% para os 5.691,16 pontos na sessão desta quarta-feira. Entre as 19 cotadas, apenas seis terminaram o dia em “terreno” verde, enquanto duas — a Nos e a Semapa — ficaram inalteradas e as restantes registaram desvalorizações.

Nas quedas, destaque para a Galp Energia, que caiu 2,18% para os 9,15 euros, num dia em que o barril de Brent, que serve de referência às importações nacionais, desvaloriza 1,63%, para 84,25 dólares, enquanto o WTI, negociado em Nova Iorque, recua 1,65%, para 83,25 dólares.

Galp cai mais de 2%

Já o BCP perdeu 1,72% para 0,1540 euros, na véspera de apresentar as contas trimestrais. Esta manhã, o seu banco na Polónia reportou prejuízos de 181,2 milhões nos primeiros nove meses do ano, penalizado pelas provisões para os riscos legais com os casos em tribunal relativos a contratos de empréstimo à habitação em francos suíços.

Nota ainda para a Jerónimo Martins, que caiu 0,88%, para 19,16 euros, antes de apresentar resultados trimestrais, bem como para a Altri, que perdeu 2,93% para 5,47 euros e para a sua subsidiária, Greenvolt, que desvalorizou 1,99% para os 6,89 euros.

No extremo oposto, a liderar os ganhos do PSI-20, ficou a família EDP. A subsidiária EDP Renováveis ganhou 1,44% para os 24,02 euros, enquanto a casa-mãe EDP avançou 0,99% para 4,89 euros.

Já pela Europa, o dia também foi de perdas. O índice de referência Stoxx 600 caiu 0,4%, tendo sido acompanhado por outras importantes praças do Velho Continente. É o caso do índice alemão Dax, que também recuou 0,4%, do espanhol Ibex, que desvalorizou 0,5%, e do britânico FTSE, que perdeu 0,3%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Quedas de Galp e BCP levam Lisboa a terceira sessão consecutiva de perdas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião