Nasdaq renova máximos com a ajuda dos lucros das cotadas

O índice tecnológico brilhou na sessão desta quinta-feira graças à Apple, Amazon e Tesla. Os resultados das cotadas deram gás a Wall Street.

Ao contrário do Dow Jones e do S&P 500 que foram renovando máximos nas últimas semanas, o tecnológico Nasdaq não atingia um novo recorde desde 7 de setembro. Esta quinta-feira esse ciclo chegou ao fim: o índice subiu mais de 1% e atingiu um novo pico, beneficiando dos ganhos da Apple e da Amazon em antecipação da apresentação de resultados trimestrais dessas cotadas.

O Dow Jones valorizou 0,67% para os 35.729,89 pontos e o S&P 500 — que também renova máximos, valorizou 0,98% para os 4.596,36 pontos. Já o Nasdaq valorizou 1,39% para os 15.448,12 pontos. O índice tecnológico avançou com o contributo da subida da Apple (2,5%) e da Amazon (1,5%), que divulgam resultados após o fecho da sessão, e ainda da Tesla, cujas ações subiram mais de 3%.

Neste momento, os investidores aguardam pelos resultados das gigantes Apple — o foco estará na perspetiva de vendas do novo iPhone 13 numa altura em que se enfrentam dificuldades na sua produção — e, no caso da Amazon, já sabem neste momento que os lucros ficaram abaixo do esperado, o que está a ditar a queda das ações na negociação fora de horas.

Os dados sólidos das empresas norte-americanas, incluindo a Caterpillar e a Merck (farmacêutica) ofuscaram nesta sessão os dados menos positivos do PIB: a economia cresceu, entre julho e setembro deste ano, ao ritmo mais lento em mais de um ano, o que em parte está relacionado com a base de comparação de 2020 ser mais elevada do que nos trimestres anteriores devido aos timings da pandemia. O PIB norte-americano cresceu 2% em termos homólogos, penalizado também pela disrupção em algumas cadeias de valor internacionais e pela falta de alguns bens e de força de trabalho.

Na frente política, o presidente Joe Biden anunciou que o seu pacote de estímulo económico de 1,75 biliões de dólares, que inclui medidas para colmatar a emergência climática, vai passar no Senado, mostrando confiança de que todos setores do Partido Democrata vão apoiá-lo.

De acordo com os dados da Refinitiv/Reuters, os lucros das cotadas do S&P 500 deverão crescer 35,6% em termos homólogos no terceiro trimestre. Das cotadas que já apresentaram resultados, 83% superaram as expectativas de lucro e 79% superaram as expectativas de receita.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nasdaq renova máximos com a ajuda dos lucros das cotadas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião