João Rendeiro lucra 229 mil euros com obras de arte quando já estava em fuga

As três obras de arte deFrank Stella estavam na casa da Quinta Patiño ao cuidado de Maria de Jesus Rendeiro. Foram vendidas pela Christie’s entre março e outubro de 2021.

Três das obras de arte de João Rendeiro que estavam arrestadas pela Justiça, ao cuidado de Maria de Jesus Rendeiro, foram vendidas pela leiloeira Christie’s entre março e outubro de 2021, uma delas no dia em que Rendeiro foi condenado a 10 anos de prisão, outra quando já estava em fuga, há cerca de um mês.

Segundo avança o Expresso, a venda dos três quadros do americano Frank Stella renderam ao arguido 229 mil euros. Esta sexta-feira, a mulher do ex-banqueiro — condenado a penas de dez, cinco e três anos por crimes económicos — vai responder perante a justiça, já que há 15 obras arrestadas que se encontram em parte incerta. Tal como o seu proprietário que, no final de setembro, anunciou ao mundo que estava fora de Portugal e que não tencionava voltar para cumprir a pena a que foi condenado.

Já depois da fuga de Rendeiro, o tribunal ordenou uma busca para verificar o estado das obras e a PJ deu pela falta de 15 e detetou indícios de falsificação em três. Maria e Jesus, a fiel deposítária do espólio, só foi capaz de encontrar sete destas obras desaparecidas e incorre agora no crime de descaminho, punido com pena de prisão até cinco anos.

Segundo um despacho da juíza, Maria de Jesus da Silva de Matos Rendeiro tinha cinco dias para entregar à Polícia Judiciária 15 objetos [obras de arte] apreendidos em novembro de 2010 e que em diligência realizada no início da semana passada à sua casa, na Quinta Patinõ, “não foram localizados”. Mas a mulher do ex-líder do BPP falhou este prazo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

João Rendeiro lucra 229 mil euros com obras de arte quando já estava em fuga

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião