Saltos da Jerónimo Martins e EDP Renováveis ditam subida do PSI-20

Após três sessões consecutivas em queda, o PSI-20 valorizou nesta quinta-feira. As subidas da Jerónimo Martins, que apresentou resultados, e da EDP Renováveis guiaram a bolsa lisboeta.

A bolsa lisboeta encerrou esta quinta-feira em terreno positivo, beneficiando dos resultados anunciados pelas cotadas. Foi o caso da Jerónimo Martins cujas ações subiram após ter revelado uma subida de 48% dos lucros até setembro. Assim, o PSI-20 subiu 0,99% para os 5.747,29 pontos, depois de três sessões consecutivas de perdas, acompanhando a tendência positiva das principais praças europeias.

Em Lisboa, a maior parte das cotadas subiu nesta sessão. O destaque vai para os títulos da dona do Pingo Doce que subiram 2,14% para os 19,57 euros. Na quarta-feira, após o encerramento do PSI-20, a Jerónimo Martins revelou que os seus lucros tinham crescido 48% até setembro para um total de 324 milhões de euros.

Porém, a maior subida foi protagonizada pela EDP Renováveis cujas ações valorizaram 3,16% para os 24,78 euros. Recentemente soube-se que a EDP está em negociações avançadas para a compra de uma participação maioritária no Grupo Sunseap, uma empresa de energias renováveis de Singapura. A empresa-mãe, a EDP, valorizou 1,12% para os 4,94 euros.

De notar ainda no setor da energia que a Greenvolt avançou 1,89% para os 7,02 euros.

A travar maiores ganhos no PSI-20 estiveram oito cotadas. Entre as perdas está a Nos com uma desvalorização de 0,12% para os 3,37 euros, mesmo depois de ter anunciado que foi a operadora que mais licenças conseguiu adquirir no leilão do 5G. A maior queda foi a da Ibersol, com uma desvalorização de 2,2% para os 4,89 euros, e dos CTT, com as ações a recuar 1,34% para os 4,78 euros.

De notar ainda que, na sessão que se seguiu ao chumbo do Orçamento do Estado para 2022 (OE 2022) no Parlamento, o que deverá ditar a realização de eleições antecipadas, os juros da dívida portuguesa estão calmos. A taxa de juro a 10 anos negociada em mercado secundário agravou-se em apenas 3,5 pontos base, passando de 0,376% para 0,411% nesta quinta-feira. Os juros têm vindo a subir desde setembro, mas devido principalmente às expectativas de aceleração da inflação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Saltos da Jerónimo Martins e EDP Renováveis ditam subida do PSI-20

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião