Pinheiro Bombeiro voltou: Este Natal pode alugar uma árvore e ajudar os Bombeiros

O aluguer do Pinheiro Bombeiro custa 20 euros, mas por cada pinheiro alugado, cinco euros revertem para os bombeiros. Em quatro edições, já foram entregues 96 mil euros.

Com o Natal quase à porta, está de volta o movimento Pinheiro Bombeiro que permite às pessoas alugar uma árvore com cariz solidário e sustentável. A iniciativa, para além de contribuir para uma causa, tem como objetivo dar uma segunda vida a pinheiros que foram cortados para limpar as matas portuguesas.

À semelhança de outras edições anteriores, o aluguer do Pinheiro Bombeiro custa 20 euros, mas por cada pinheiro alugado, cinco euros revertem para a compra de material profissional para apoiar os bombeiros voluntários portugueses. Nas últimas quatro edições, a iniciativa já conseguiu recolher mais de 96 mil euros em donativos para esta instituição.

Para obter o seu Pinheiro Bombeiro e contribuir para esta causa, que já vai na sua quinta edição, só tem que aceder ao site oficial e fazer a encomenda. Este ano, será ainda possível encomendar pinheiros e enfeites com entrega ao domicílio, em Lisboa e no Porto.

Este ano a EDP Planeta Zero juntou-se à causa e organiza um Mercado de Natal onde é possível às famílias escolherem pessoalmente a árvore de Natal que querem levar para casa, em qualquer dia da semana. O Mercado de Natal vai realizar-se no CCB, em Lisboa, entre 19 de novembro e 19 de dezembro.

Neste mercado vão decorrer workshops com dicas e soluções para um Natal com menos impacto no ambiente. Os visitantes vão poder também entregar brinquedos que já não usam, para que possam ganhar uma nova vida junto de quem precisa.

A startup portuguesa Rnters que criou o projeto do Pinheiro Bombeiro – pretende contribuir para a economia circular e continua a incentivar a devolução do Pinheiro Bombeiro depois da quadra festiva. No entanto, para apelar à consciência ambiental, a startup deixa de incentivar as viagens de carro para efetuar a devolução dos pinheiros e oferece outras alternativas que pretendem reduzir a pegada de carbono, como a recolha direta pelos serviços de resíduos verdes das Câmaras Municipais.

Para garantir que esta iniciativa sustentável tem o menor impacto possível no ambiente, a “EDP Comercial vai compensar a pegada de carbono causada pelo Mercado de Natal e garantir o transporte sem emissões dos pinheiros, em carrinhas elétricas movidas a eletricidade 100% verde, reforçando o posicionamento da EDP Comercial na mobilidade elétrica”, explica a empresa, em comunicado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pinheiro Bombeiro voltou: Este Natal pode alugar uma árvore e ajudar os Bombeiros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião