Regulador europeu recomenda mais dois medicamentos para tratar a Covid-19

  • Joana Abrantes Gomes
  • 11 Novembro 2021

Os medicamentos Ronapreve e Regkirona, que permitem tratar doentes com Covid-19 com base em anticorpos, foram aprovados esta quinta-feira pela Agência Europeia do Medicamento.

O Comité de Medicamentos de Uso Humano (CHMP, na sigla em inglês) da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês) aprovou dois medicamentos que permitem tratar a Covid-19 com base em anticorpos, anunciou o organismo europeu esta quinta-feira. O Ronapreve é recomendado para adultos e adolescentes a partir dos 12 anos, enquanto o tratamento com Regkirona é aconselhado apenas para adultos que não necessitam de oxigénio suplementar e que, ao mesmo tempo, estão em risco acrescido de agravamento da doença.

“O Comité recomendou a autorização de Ronapreve para o tratamento da Covid-19 em adultos e adolescentes (a partir dos 12 anos de idade e com um peso mínimo de 40 quilos) que não necessitem de oxigénio suplementar e que corram um risco acrescido de a sua doença se tornar grave“, lê-se no comunicado da EMA, que acrescenta que este medicamento pode também ser utilizado na prevenção do coronavírus em pessoas acima dos 12 anos.

Quanto ao Regkirona, o CHMP recomenda a sua autorização apenas no tratamento de adultos infetados com Covid-19 “que não necessitam de oxigénio suplementar e que estão também em risco acrescido de a sua doença se tornar grave”.

Estes pareceres vão agora ser enviados à Comissão Europeia, a quem a EMA pede “decisões rápidas e juridicamente vinculativas”.

O Ronapreve e o Regkirona são os primeiros medicamentos com base em anticorpos monoclonais a receberem um parecer positivo do CHMP, juntando-se assim à lista de produtos anti-Covid-19 que tiveram uma recomendação favorável desde que o Remdesivir foi recomendado para autorização em junho de 2020.

Os anticorpos monoclonais são proteínas produzidas em laboratório que agem no corpo ao ligarem-se a partes específicas, neste caso, do coronavírus, ajudando o sistema imunológico a reconhecer essas células estranhas e a combater mais rapidamente algumas doenças.

Segundo os dados avaliados pelo comité, ambos os medicamentos reduzem significativamente a hospitalização e as mortes em doentes com Covid-19 em risco de agravamento da doença. Um dos estudos chegou ainda à conclusão de que o Ronapreve reduz a hipótese de ter Covid-19 se um membro da família estiver infetado com o SRA-CoV-2, o vírus que causa a doença.

Notícia atualizada pela última vez às 16h10

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Regulador europeu recomenda mais dois medicamentos para tratar a Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião