Como a vacina contra a Covid encheu os bolsos de uma pequena cidade alemã

Graças ao sucesso da vacina, a cidade natal da BioNTech vai ter um excedente de mil milhões até ao final do ano. Com as receitas adicionais, a cidade vai ficar livre de dívidas e baixar impostos.

Mainz, de 200 mil habitantes, ganhou o euromilhões com a vacina contra a Covid-19. A cidade natal da biotecnológica BioNTech deve conseguir um excedente orçamental de cerca de mil milhões este ano depois de um défice na ordem dos 36 milhões.

O cheque para Mainz, capital do estado federado Renânia-Palatinato, terá origem nos lucros da BioNTech, que até setembro, marcavam 7.126,3 milhões de euros — face ao prejuízo de 351,7 milhões de euros há um ano. Um resultado que se deve essencialmente às receitas com a venda de mais de 2.000 milhões de doses de vacina desde o início do ano.

O sucesso da vacina produzida pela BioNTech, juntamente com americana Pfizer, abre agora oportunidades de desenvolvimento para a cidade de Mainz. Este excedente irá servir para aliviar a dívida da cidade alemã, avança a manager magazine.

O presidente da câmara da cidade alemã, Michael Ebling, afirma que “nada é mais importante do que a cidade livrar-se da dívida. A cidade vai conseguir correr sem algemas. Esperamos também um excedente significativo nos próximos anos“, afirma.

“Este desenvolvimento é sensacional. Espera-se um acréscimo de 490,8 milhões de euros para 2022. Isto permitiria à cidade pagar os seus empréstimos de cerca de 634 milhões de euros e ser considerada livre de dívidas até ao final do próximo ano”, disse o diretor financeiro Günter Beck.

Graças aos ganhos inesperados, as empresas sediadas em Mainz vão ter um alívio fiscal no total de 351,6 milhões de euros no próximo ano, disse Günter Beck.

A BioNTech e a Pfizer anunciaram que querem produzir até três mil milhões de doses até ao final do ano. Para o próximo ano, têm em vista uma capacidade de produção de até quatro mil milhões de doses.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Como a vacina contra a Covid encheu os bolsos de uma pequena cidade alemã

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião