Carro da Apple conduz Wall Street a novos recordes

O S&P 500 e o Nasdaq fecharam em máximos históricos, assim como a Apple. Bloomberg garante que a fabricante do iPhone acelerou os planos para desenvolver um veículo elétrico.

As bolsas norte-americanas encerraram mistas esta quinta-feira, com o S&P 500 e o Nasdaq a fecharem a sessão em níveis recorde. Já o industrial Dow Jones recuou pelo segundo dia consecutivo, face à escalada dos preços da energia e receios quanto à subida da inflação.

Os investidores estão mais otimistas na tecnologia, levando a Apple a atingir um máximo histórico. A Bloomberg assegura que a empresa acelerou os planos para desenvolver um automóvel elétrico e totalmente autónomo, que poderá chegar às estradas em 2025. À luz desta notícia, a empresa subiu 2,87%, para 157,89 dólares por ação.

O avanço de uma das cotadas de maior peso levou o S&P 500 e o Nasdaq a registarem novos recordes de fecho. O S&P 500 subiu 0,32%, para 4.703,05 pontos; o Nasdaq somou 0,43%, para 15.990,56 pontos; o Dow Jones recuou 0,19%, para 35.863,95 pontos, sucumbindo ao peso da Cisco, cujos títulos encolheram 5,51%, para 53,63 dólares.

A Visa voltou a estar sob pressão, cedendo 0,84%, para 203,33 dólares. A empresa de pagamentos prolonga assim a queda iniciada na sessão anterior, depois de terem surgido sinais de grande deterioração na relação da Visa com um dos parceiros de maior peso, a Amazon.

“À parte da política da Fed ou de grandes desilusões com resultados, penso que há solo bastante estável por baixo de nós, mas os mercados podem ser instáveis e continuar prudente é o principal conselho”, disse à Reuters Eric Metz, administrador com o pelouro do investimento na SpiderRock Advisors, em Chicago.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Carro da Apple conduz Wall Street a novos recordes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião