Pedro Castro e Almeida avança para novo mandato à frente do Santander Totta

A assembleia geral de acionistas aprovou os novos órgãos sociais do Banco Santander Totta para o período de 2022-2024. Pedro Castro e Almeida e José Carlos Sítima foram reconduzidos.

Os novos órgãos sociais do Banco Santander Totta para o triénio 2022-2024 foram aprovados pela assembleia geral de acionistas, esta terça-feira. Pedro Castro e Almeida e José Carlos Sítima foram reconduzidos para mais um mandato enquanto presidente da Comissão Executiva e presidente do Conselho de Administração do banco, respetivamente.

Há mudanças na Comissão Executiva, com a saída de Inês Oom de Sousa, para liderar a nova Fundação Santander Portugal, que contará com 22,5 milhões de euros para projetos nas áreas sociais e verdes. Por outro lado, entra Ricardo Jorge.

Já no conselho de administração, Isabel Mota e de Andreu Plaza saem e entra João Pedro Tavares e Cristina Alvarez. O presidente do conselho continua então a ser José Carlos Sítima, que assumiu o cargo na sequência da morte de António Vieira Monteiro, ocorrida em março do ano passado por causa do Covid-19.

“A entrada em funções dos novos membros dos órgãos sociais agora eleitos está dependente da avaliação do Banco Central Europeu, no âmbito do processo fit & proper (adequação e avaliação)”, sublinha o banco, em comunicado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pedro Castro e Almeida avança para novo mandato à frente do Santander Totta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião