Portugal vai ter hub de inovação da Dedalus. Multinacional da saúde acredita ter “margem para crescer”

A multinacional Dedalus quer contratar 50 pessoas na Península Ibérica para postos de inovação e desenvolvimento. Vai ter hub em Portugal, mas a localização certa está ainda por definir.

A multinacional Dedalus, que é líder em software médico e de diagnóstico na Europa, quer expandir o negócio em Portugal ao abrir um hub de inovação. A empresa tem em vista contratar 50 pessoas na Península Ibérica, no próximo ano. Will Smart, diretor global para as relações externas do grupo, acredita que têm “margem para crescer dentro do mercado e a oportunidade para investir em competências”.

O responsável, que também aconselhou o Governo britânico para a digitalização no Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, defende que o papel dos serviços nacionais de saúde nos próximos anos vai mudar, deixando de ser o “prestador de saúde para ser o coordenador do ecossistema”. “Acho difícil acreditar que daqui a dez anos se diga que os cuidados de saúde só devem ser fornecidos pelo setor público”, reitera em entrevista ao ECO.

Will Smart considera que a digitalização do sistema de saúde tem de ser feita com cooperação entre o setor público e privado. “Falamos em cuidados de saúde como um ecossistema e o que estamos a ver pelo mundo é mudança que está a ser impulsionada de fora da indústria, quer seja empresas de retalho, parafarmácias como a Boots ou Walgreens, ou a Google e Amazon, que têm estratégias para entrar no mercado”.

Uma das formas como a modernização dos serviços deverá acontecer, até em cooperação entre os setores, é também através da chamada “bazuca europeia”, que tem previsto cerca de 300 milhões de euros para a transição digital da saúde. A Dedalus diz estar pronta para “fazer o que conseguir” nesta transformação digital.

O hub de inovação em Portugal, que não tem ainda a localização definida, surge como parte do centro de desenvolvimento na Península Ibérica. Serão 50 vagas disponíveis para “postos de inovação e desenvolvimento”, que serão preenchidas em Espanha e Portugal. A multinacional está assim à procura de pessoas com “qualificações na tecnologia digital: developers, user experience, data e business analysts“, nomeadamente “com experiencia digital e em saúde”, explica Will Smart.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal vai ter hub de inovação da Dedalus. Multinacional da saúde acredita ter “margem para crescer”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião